Comer ovo da Páscoa é pecado?

Pr. Marcelo Teixeira Mallet
Pr. Marcelo Teixeira Mallet
Pastor Batista

Comer ovo da Páscoa não é pecado, desde que esse não seja o foco principal da Páscoa para você.

O mais importante da Páscoa é a celebração da morte e da ressurreição de Jesus, para a nossa salvação. O resto é acessório.

De onde vem o ovo da Páscoa?

A Páscoa acontece no início da primavera no hemisfério norte, altura em que muitas religiões pagãs tinham festas para celebrar a vida e a fertilidade. O ovo da Páscoa vem dessas tradições pagãs, onde era um símbolo de vida nova. As pessoas pintavam ovos e ofereciam uns aos outros para desejar prosperidade. Os cristãos, quando entravam em contato com outras tradições, usavam esses símbolos que as pessoas já conheciam para explicar o evangelho. No caso do ovo da Páscoa, usaram-no para simbolizar a ressurreição e a nova vida que temos em Jesus. Assim, o seu significado foi mudado e tornou-se parte da tradição cristã.

A tradição do ovo de chocolate surgiu no século XVIII na Europa. Foi uma invenção dos confeiteiros europeus, quando o chocolate se tornou popular no continente.

Então, devo ou não devo comer ovo da Páscoa?

Você pode comer se quiser e se isso não for um obstáculo para sua fé. Se você comer e agradecer a Deus, não aos deuses pagãos, não tem problema. Você não se contamina pelo que você come (Mateus 15:11). Entretanto, se você se sentir tentado pela idolatria ao comer, então não coma (1 Coríntios 8:7).

Se você julgar que está exagerando e caindo no pecado da gula, então modere ou pare de comer.

Observe o que o apóstolo Paulo diz:

Assim, quer vocês comam, quer bebam, quer façam qualquer outra coisa, façam tudo para a glória de Deus.

I Coríntios 10:31

Veja também: como deve um cristão celebrar a Páscoa?

Como posso usar o ovo para explicar a Páscoa?

Um ovo é uma nova vida que está para nascer. Da mesma forma, a morte e a ressurreição de Jesus nos trazem a esperança de uma nova vida. Quando nos arrependemos e aceitamos Jesus como nosso Senhor e Salvador, os nossos pecados são todos apagados e o passado já não importa. É como nascer de novo, uma segunda chance. É uma nova vida, como um ovo.

Veja ainda: O que é a Páscoa? Qual é o significado da Páscoa?

Pr. Marcelo Teixeira Mallet
Pr. Marcelo Teixeira Mallet
Bacharel em Teologia com ênfase em Teologia Histórico-Sistemática e Aconselhamento pelo Seminário Teológico de Gramado (RS, Brasil) e Mestrando em Estudos Teológicos pelo Seminário Teológico Baptista de Lisboa (Portugal). Pastor batista desde fevereiro de 1994.