Um cristão pode assistir Star Wars?

Sim, um cristão pode assistir Star Wars, se sua consciência permitir. O tema principal de Star Wars é a escolha entre o bem e o mal. Aqueles que escolhem o bem se tornam os heróis mas aqueles que escolhem o mal sofrem as consequências. Os filmes Star Wars não são cristãos mas têm alguns elementos positivos.

Qual é a história de Star Wars?

Star Wars é uma série de filmes sobre uma galáxia longínqua, onde humanos e extraterrestres viajam no espaço, entre vários planetas. Nesse mundo imaginário, existe uma força que dá poderes especiais a quem aprende a usá-la. A força pode ser usada para o bem ou para o mal.

Algumas pessoas escolhem o “lado negro da força”, sendo dominados pelo medo e o ódio. Surge assim um império maléfico, que procura dominar todos os planetas pelo terror. Mas outras pessoas escolhem a luz e se dedicam a usar a força para o bem. Esses são os Jedi. Com a ajuda de alguns rebeldes, os Jedi lutam contra o império e procuram restaurar o equilíbrio da galáxia.

Cada personagem na série é confrontada com uma escolha: o bem ou o mal. Os dois lados atraem as personagens e tomar a decisão certa nem sempre é fácil. Nas lutas internas e nas batalhas galáticas, que lado vencerá?

O que é a força?

Em Star Wars, a força é uma coisa meio mística, o elemento que une todos os seres desse mundo imaginário. Quem consegue dominar a força pode influenciar e manipular praticamente tudo à sua volta, porque a força está em tudo. Somente algumas pessoas têm esse poder, e precisam aprender a usá-la.

A força é impessoal e neutra, um poder que pode ser usado tanto para o bem quanto para o mal. Não é um deus nem um ser com personalidade. Nesse sentido, é parecido com a ideia budista que tudo está interligado por uma força mística. Outra ideia budista presente em Star Wars é que, para ter paz, é preciso manter o equilíbrio a força.

Veja também: o que é o Budismo? Os budistas acreditam em quê?

O que a Bíblia diz?

A Bíblia não tem uma lista de filmes “proibidos” ou “aceitáveis”. Cada cristão deve decidir o que vai ver de acordo com sua consciência (Romanos 14:22). A série Star Wars é uma daquelas situações em que cada pessoa tem liberdade para escolher. Para uma pessoa, assistir Star Wars pode ser uma experiência positiva, mas para outra pode ser negativa.

Por exemplo, para uma pessoa que tem uma atração errada pelo budismo ou o hinduísmo, Star Wars pode reforçar esse fascínio. Mas outra pessoa pode assistir os mesmos filmes e se divertir, sem nenhuma consequência negativa, porque está firme em sua fé. Ainda outra pessoa pode se sentir inspirada pelos filmes a resistir ao apelo do mal!

A série Star Wars não é cristã nem procura promover valores cristãos. A espiritualidade em Star Wars é mais parecida com o pensamento budista, com a ideia de uma “força” impessoal que liga tudo que existe no mundo. Por outro lado, a luta entre o bem e o mal é um tema cristão importante, que é bem retratado na série.

A Bíblia ensina que cada pessoa tem de escolher entre o bem e o mal. Quem peca se torna escravo do pecado e fica preso em um ciclo vicioso do mal. Mas quando Jesus nos liberta, vimos para a luz e dedicamos nossas vidas a Deus (João 8:12). Agora, já não pertencemos ao “lado negro”!

Descubra aqui: como vencer a tentação?

Mesmo assim, cada crente tem de lutar contra a tentação. O mal ainda nos chama e procura nos destruir. Mas, pelo poder de Jesus, podemos vencer a tentação e escolher o bem (Tiago 4:7). Essa escolha não é fácil mas faz toda a diferença. E, no fim, o bem vencerá.