O que é o Dia de Finados?

O Dia de Finados, celebrado a 2 de Novembro, é uma data religiosa em que cristãos que já morreram são lembrados. Essa data é celebrada principalmente pela Igreja Católica, mas também é observada na Igreja Anglicana e em algumas igrejas protestantes. Não há nenhum mandamento na Bíblia para celebrar esse dia.

Finado significa “acabado” ou “morto”. O Dia dos Finados surgiu da tradição de orar pelos mortos, para que saíssem mais rapidamente do purgatório. Essa prática surgiu cerca de três ou quatro séculos depois da vinda de Jesus e da fundação da Igreja. Com o tempo, a oração pelos mortos se tornou uma parte oficial do Catolicismo.

O dia 2 de Novembro foi escolhido para celebrar o Dia dos Finados por ser o dia depois do dia de Todos os Santos, quando se celebra a vida de cristãos notáveis. Na Igreja Católica, a diferença entre os dois dias é que o dia de Todos os Santos comemora os chamados “santos”, que foram diretos para o Céu, enquanto que o Dia de Finados serve para orar pelos cristãos que têm de passar pelo purgatório antes de entrar no Céu.

Algumas igrejas protestantes comemoram o Dia dos Finados como um dia para lembrar dos cristãos que já morreram e agradecer a Deus por suas vidas. Nesse dia se lembram membros das igrejas locais e entes queridos e o que fizeram.

Veja também: o que a Bíblia diz sobre a oração pelos mortos?

O Dia dos Finados e a Bíblia

Não há nada de errado em lembrar de quem já morreu. A vida e o testemunho de muitos cristãos são um grande exemplo para nós e podem nos encorajar a seguir Jesus fielmente. A Bíblia muitas vezes usa exemplos das vidas de pessoas do passado para nos ensinar (Hebreus 12:1-2). Lembrar dos mortos no Dia de Finados não é errado.

No entanto, a oração pelos mortos não tem nenhum embasamento bíblico. Depois da morte, o destino de cada pessoa está selado e não há nada que podemos fazer para mudar a situação. Quem morre ou irá para o Céu, ou irá para o inferno. O purgatório não existe.

Veja o que a Bíblia realmente diz sobre o purgatório.

A Bíblia não ensina em lado nenhum que devemos orar pelos mortos. O cristão que morre fica purificado de seus pecados pela graça de Deus e pode entrar no Céu sem mancha nem culpa (Romanos 8:1-2). Jesus morreu e ressuscitou para nos livrar do castigo que vem depois da morte. Não é necessário um tempo no purgatório para nos purificar. Jesus já fez isso na cruz.