Os 5 ensinamentos mais radicais de Jesus

Jesus ensinou muitas coisas bonitas mas também disse várias coisas que deixam muita gente desconfortável. Ele falava a verdade, mesmo quando era dura. Quando lemos as palavras de Jesus, encontramos esperança, ânimo, paz… mas também alguns desafios muito radicais.

1. Amar a Deus sobre todas as coisas

Amar a Deus sobre todas as coisas

Esse mandamento é muito conhecido mas você já parou para pensar no que isso significa? Jesus explicou de forma radical (Mateus 10:37-38). Ele disse que:

  • É preciso amar Jesus mais do que ao dinheiro
  • É preciso amar Jesus mais do que aos pais
  • É preciso amar Jesus mais do que aos filhos
  • É preciso amar Jesus mais do que à própria vida

O verdadeiro cristão vem para Jesus por amor a ele, não apenas para receber bênçãos dele. Jesus avisou aos seus seguidores que eles poderiam perder tudo se seguissem a Deus mas tinham uma garantia: Deus nunca abandona quem O ama. Esse é o desafio radical de Jesus: você ama a Deus a ponto de perder tudo por Ele?

Descubra aqui mais sobre o que Jesus nos ensinou.

2. Amar os inimigos

Amar os inimigos

Jesus ensinou que não basta tolerar os inimigos; precisamos aprender a amá-los (Lucas 6:27-29). Assim como Deus nos ama, apesar de o pecado nos tornar Seus inimigos, nós também devemos amar nossos inimigos. Deus perdoa quem se arrepende e nós também devemos perdoar, sem guardar rancor nem desejo de vingança.

A única forma de vencer o mal é com o bem. Se não agimos de forma diferente, não somos melhores que nossos inimigos. Mas o amor é uma arma poderosa. Agir em amor pode transformar uma situação e até levar os inimigos à consciência do pecado e ao arrependimento. Na cruz, Jesus mostrou esse ensinamento de forma prática e perdoou seus inimigos.

Leia aqui mais: o que significa "amai os vossos inimigos"?

3. A perfeição da Lei de Deus

A perfeição da Lei de Deus

Jesus disse que ele não veio para abolir a Lei de Deus mas para a cumprir (Mateus 5:17-19. O certo e o errado não mudam. Os mandamentos de Deus são perfeitos e nos ensinam a viver da maneira que agrada a Deus.

Mas Jesus foi mais longe. Ele mostrou que não basta seguir todas as regras de maneira mecânica. A obediência a Deus tem de vir do coração. Aos olhos de Deus, querer adulterar é o mesmo que cometer o ato! (Mateus 5:27-28) Todo pecado e tudo que não vem do coração fica abaixo do nível que Deus estabeleceu para nós: a perfeição. Se não cumprimos perfeitamente a Lei de Deus, estamos debaixo de condenação (logo, estamos todos debaixo de condenação).

Descubra aqui: Jesus aboliu a Lei?

4. A realidade de inferno

A realidade de inferno

Sim, o inferno é real. Jesus não adocicou a verdade. Deus vai fazer justiça. Jesus ensinou que, depois da morte, todos terão de enfrentar o julgamento imparcial de Deus, sem direito a recurso. Todos que estão condenados serão castigados no inferno. Jesus comparou o inferno com:

Isto não é brincadeira! Esse ensinamento de Jesus é radical e sério, porque leva à pergunta: como posso ser salvo do castigo eterno?

Veja aqui: o que a Bíblia ensina sobre o inferno?

5. O único caminho para o Pai

O único caminho para o Pai

Jesus também ensinou que só há uma forma de ser salvo: através dele (João 14:6). Ninguém consegue se salvar por esforço próprio. Por mais que tentamos, não conseguimos atingir o nível de perfeição que é necessário. Só há um caminho.

Jesus veio ao mundo para nos salvar. Esse foi o objetivo de seu sacrifício radical na cruz (Mateus  18:11). Ele pagou por todos os nossos pecados na cruz e agora oferece perdão e salvação todos que crêem nele! Ninguém mais consegue fazer isso. Nenhuma outra religião ou filosofia consegue dar a salvação. Somente Jesus.