Como reconhecer falsos profetas?

A Bíblia ensina como reconhecer falsos profetas. Existem vários sinais que podem indicar se alguém é um falso profeta, se sua profecia não vem de Deus. Conhecendo a Bíblia, podemos evitar ser enganados por falsos profetas.

Jesus avisou que iriam surgir muitos falsos profetas no mundo. Isso não significa que todos os profetas são falsos. Precisamos analisar cada profecia e aprender a identificar quem é falso profeta e quem realmente recebeu uma palavra de Deus (1 Tessalonicenses 5:20-21).

A Bíblia diz que as caraterísticas que identificam um falso profeta são:

Suas profecias não se cumprem

Esse é o sinal mais óbvio de um falso profeta. Se a profecia não se cumprir, então não foi uma profecia verdadeira (Deuteronômio 18:21-22). Se um profeta diz que alguma coisa vai acontecer e não acontece, a culpa não é da falta de fé de quem não ouviu. A culpa é do profeta, que inventou uma “profecia”, que não veio realmente de Deus.

Veja aqui: há profetas hoje?

Atenção: é muito importante analisar com cuidado o que a profecia diz. Na Bíblia, muitas profecias vinham com condições; por exemplo, uma profecia de destruição podia ser revogada se as pessoas se arrependessem. Também é importante ver se a profecia tem data para ser cumprida. Profecias sem data na Bíblia podiam ser cumpridas dentro de poucos dias ou depois de centenas de anos!

Distorcem ou contradizem a Bíblia

Esse é um ponto muito importante para identificar um falso profeta. Mesmo se fizer milagres e algumas de suas profecias se cumprirem, se sua mensagem não está de acordo com a Bíblia, é um falso profeta. Não acredite nele! É uma armadilha (Gálatas 1:8-9).

Jesus disse que alguns falsos profetas teriam poder para fazer milagres e outras coisas que verdadeiros profetas fazem (Mateus 24:24-25). Mas a mensagem do profeta é a coisa mais importante. Por isso, é muito importante estudar e conhecer a Bíblia, para não ser enganado por falsos profetas, com ensinamentos errados.

Descubra aqui o que é profecia segundo a Bíblia e qual é o trabalho do profeta.

Desviam de Deus

Alguns falsos profetas podem ser reconhecidos porque levam as pessoas a adorar outros deuses (Deuteronômio 13:1-3). Se um profeta convida a adorar ou dar mais valor a qualquer outra pessoa ou coisa que não seja Deus, é um falso profeta. Deus o castigará.

Veja aqui mais: o que a Bíblia diz sobre falsos profetas?

Frutos ruins

Jesus disse que podemos reconhecer falsos profetas por seus frutos (Mateus 7:15-17). O verdadeiro profeta, que segue Jesus, dá bons frutos, mas o falso profeta dá frutos ruins. Como é o caráter do profeta? Ele reconhece seus erros e sua dependência de Deus? Ele ama seus irmãos? Ninguém é perfeito mas se o profeta não tem amor nem humildade para admitir que tem falhas, algo está errado.

Negam Jesus

A salvação por meio de Jesus é a mensagem central do evangelho (2 Pedro 2:1-3). Se um profeta nega alguma dessas coisas, é um falso profeta e sua mensagem deve ser ignorada:
Existe um só Deus

  • Todos pecaram e merecem o castigo de Deus
  • Jesus é Deus, que veio à terra e viveu como homem de carne osso
  • Jesus morreu na cruz por nossos pecados
  • A salvação vem pela fé em Jesus e o arrependimento dos pecados
  • Jesus é o único caminho para Deus

São manipuladores

Um falso profeta fala mentiras em nome de Deus. Portanto, não é surpresa que seja bom manipulador, enganando as pessoas (Romanos 16:17-18). Se um profeta apenas fala o que a audiência quer ouvir, pondo de lado a mensagem do arrependimento para a salvação, ou tenta distorcer tudo sempre a seu favor, é mau sinal. Cuidado com ele. O verdadeiro profeta diz a verdade, mesmo quando dói ou é inconveniente.

Provocam brigas e muitos problemas

Alguns falsos profetas podem ser reconhecidos pelas pessoas que os seguem. Se um profeta ativamente incentiva controvérsias, difamações, suspeitas e brigas sobre coisas pequenas como palavras, não é bom (1 Timóteo 6:3-5).

O verdadeiro profeta deveria promover a paz e reconciliação entre irmãos, concentrando na mensagem principal do evangelho. Não é bom dar atenção desmedida a controvérsias sobre coisas secundárias, como se fossem pontos centrais do evangelho. Falsos profetas muitas vezes focam em coisas secundárias para desviar a atenção do mais importante – o evangelho de Jesus Cristo.