O Coronavírus é um sinal do fim dos tempos?

Pandemias como o novo Coronavírus podem ser consideradas como sinal que estamos vivendo tempos próximos do fim. Mas, isso NÃO significa que o fim virá imediatamente. O COVID-19 é mais uma prova de que tudo o que Jesus disse há mais de 2 mil anos está se cumprindo:

Haverá grandes terremotos, fomes e pestes em vários lugares e acontecimentos terríveis e grandes sinais provenientes do céu.

Lucas 21:11

O cumprimento de vários sinais preditos por Jesus em Seu "Sermão escatológico" (Lucas 21:8-31; Mateus 24 e Marcos 13) é uma prova da verdade da Sua Palavra. Se o que Ele disse tem se cumprido, certamente a promessa da sua 2ª vinda também é verdadeira (2 Pedro 3:9-13). Cristo virá mais uma vez aqui para buscar o Seu povo e destruir o Maligno e seus seguidores.

Marcas do Princípio das dores

Marca do Princípio das dores

O COVID-19 é a primeira pandemia ocorrida neste século, mas antes disso, o mundo já vem enfrentando tribulações e sofrimentos de várias espécies. Contudo, como foi esclarecido por Jesus, isso ainda não é sinal do fim, são apenas marcas do "início das dores" (Mateus 24:8).

Antes que chegue o fim, acontecerão momentos difíceis por todo mundo. Já temos assistido, desde o 1º século até os dias de hoje, a inúmeros episódios que se configuram dentro daqueles descritos por Jesus, tais como:

  • surgimento de falsos cristos e falsos profetas ensinando engano em todo o mundo,
  • perseguição aos cristãos,
  • grandes terremotos e tsunamis,
  • desastres naturais (enchentes e alagamentos, tufões, queimadas, aquecimento global, etc),
  • fome e miséria,
  • guerras e rumores de guerra (2 grandes guerras mundiais e muitas outras guerras localizadas - guerras civis, de dominação, de independência, guerra fria, milícias, etc.),
  • acontecimentos terríveis de várias naturezas (catástrofes de todo tipo: bombas nucleares, nazismo, fascismo, terrorismo, acidentes aéreos, marítimos, automobilísticos, etc)
  • doenças incuráveis e pestes,
  • epidemias contagiosas, como a da peste negra, aids, gripe espanhola, tuberculose, ebola, gripe suína, gripe aviária, dengue, SARS, etc.

Enfim, esses sinais já vem acontecendo há mais de 2 mil anos em todo o mundo. Portanto, o coronavírus não é um caso isolado do nosso século, mas faz parte de um quadro maior, que leva em conta a soberania de Deus e o choque de realidade que a humanidade, tão vulnerável e frágil, precisa ter para se voltar para o Senhor.

Entenda que, os sinais não foram dados para marcar a proximidade do fim, mas para que creiamos na veracidade das palavras de Jesus. Ele voltará para buscar o Seu povo e pôr fim ao reino das trevas. E, antes que isso aconteça, tudo o que Ele disse deverá se cumprir.

Leia também: O fim do mundo está próximo?

O Coronavírus e o medo do Fim

sinal do fim do mundo - COVID-19

O mundo tal como nós conhecemos terá um fim e, o grande sinal será a volta de Jesus ao mundo. Não sabemos exatamente quando isso se dará, mas sabemos que se aproxima e virá. A 2ª vinda de Jesus será gloriosa e visível a todo mundo:

"Então aparecerá no céu o sinal do Filho do homem, e todas as nações da terra se lamentarão e verão o Filho do homem vindo nas nuvens do céu com poder e grande glória.

Mateus 24:30

Não sabemos quando será a vinda de Cristo. Mas sabemos que está próxima... Precisamos estar preparados, pois o dia do Senhor virá como um ladrão (1 Tessalonicenses 5:2-4) e muitos serão surpreendidos. Até lá vivamos confiantes de que todos os acontecimentos cooperarão para o nosso bem.

Leia aqui: O que significa todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus?

O coronavírus tem gerado caos na saúde pública e na economia mundial, mas podemos aprender muito com essa alarmante situação. Além disso temos a oportunidade de desenvolver a nossa fé em vez de alimentar o medo. Ameaças letais como a da COVID-19 causam pânico e ansiedade em quase todo o mundo. Isso muito provavelmente está relacionado ao medo da morte, ao medo do sofrimento ou de enfrentar o desconhecido.

Contudo, para aqueles que conhecem e amam a Deus, sabem que não precisam de temer o futuro. Os últimos dias serão tempos difíceis (2 Timóteo 3:1) mas Jesus disse:

  • que não deveríamos perturbar o coração, mas crer em Deus - "Não se perturbe o coração de vocês. Creiam em Deus; creiam também em mim." (João 14:1)
  • que teríamos aflições mas encorajou-nos a ter bom ânimo - "Eu disse essas coisas para que em mim vocês tenham paz. Neste mundo vocês terão aflições; contudo, tenham ânimo! Eu venci o mundo". (João 16:33)
  • que já concedeu a Sua Paz aos que creem - "Deixo a paz a vocês; a minha paz dou a vocês. Não a dou como o mundo a dá. Não se perturbe o seu coração, nem tenham medo." (João 14:27)
  • estará para sempre com os Seus discípulos - "... E eu estarei sempre com vocês, até o fim dos tempos". (Mateus 28:20)
  • que foi preparar lugar e voltará para buscar o Seu povo - "E, quando eu for e preparar lugar, voltarei e os levarei para mim, para que vocês estejam onde eu estiver." (João 14:3)

Veja também: O que a Bíblia diz sobre o Final dos tempos?

Que postura ter frente as ameaças?

Que postura ter frente a situação? - sinal do fim

O que fazer, então? Os cristãos podem encontrar paz e segurança na Palavra do Senhor, em qualquer circunstância difícil que passarem. Quando vemos esses acontecimentos terríveis em todo mundo, devemos manter uma postura cristã, equilibrada e sábia.

É importante:

  1. Manter a calma e a fé firmes em circunstâncias adversas.
  2. Reconhecer que somos imperfeitos, pecadores, frágeis e necessitados de Deus.
  3. Depender inteiramente de Jesus. Busque ao Senhor em oração e leitura bíblica. Confie na Sua proteção e provisão.
  4. Demonstrar amor pelo próximo. Condoa-se e interceda por aqueles que sofrem, pelos doentes e enlutados.
  5. Resgatar as virtudes e o caráter cristão. Não tenha atitudes egoístas ou mesquinhas.
  6. Cuidar de si mesmo e cuide dos outros. Não seja um risco para os mais vulneráveis, ajude aos necessitados, etc.
  7. Transmitir palavras de encorajamento e esperança. Testemunhando o Evangelho da graça de Jesus Cristo.
  8. Não tentar a Deus, em nome de uma fé "ousada" ou corajosa. Obedeça as orientações das autoridades de saúde.
  9. Não se deixar convencer por falsas predições, histerismos e teorias da conspiração. Jesus já nos avisou sobre isso.
  10. Não publicar informações infundadas ou que suscitem o pânico e ansiedade nos outros. Aproveite para partilhar a fé, esperança e o amor de Deus ao mundo.

A Bíblia nos afirma que Deus está presente e ajuda aos que confiam nele:

Não temas! Isaías 41:10

Então, não se desespere! Nem tenha medo do porvir... Reconheça que Deus é soberano e não perdeu o controle do mundo. Confie em Deus e assegure-se em Sua Palavra. Esteja atento aos necessitados à sua volta. Lembrando-se que a maior necessidade do ser humano e obter a salvação em Jesus Cristo!

Leia mais: Como a Bíblia descreve o fim do mundo?