O quadro da Santa Ceia tem algum significado?

O quadro da Santa Ceia é uma representação artística da Última Ceia de Jesus. Retrata o momento na Bíblia quando Jesus disse que um dos apóstolos o iria trair. O quadro foi pintado por Leonardo da Vinci, quase 1500 anos depois da Última Ceia, a pedido do duque de Milão.

O quadro da Santa Ceia mostra Jesus sentado à mesa com os 12 apóstolos, que reagem surpreendidos quando ouvem que um deles o vai trair. Esse episódio é relatado nos quatro evangelhos e aconteceu poucas horas antes de Jesus ser preso (Marcos 14:17-21).

Veja aqui: o que Jesus disse na última ceia?

a última ceia

O quadro tem algum significado oculto?

Não, o quadro não tem nenhum significado oculto. Seu significado é claro: representa a imaginação do pintor de como foi a Santa Ceia descrita na Bíblia. Todas as teorias sobre significados ocultos no quadro são só especulação sem evidência.

Alguns elementos estranhos no quadro são:

  • A cara de João – é uma cara muito feminina, mas isso é porque João era sempre representado como sendo jovem e o ideal de beleza jovem no tempo de Leonardo da Vinci era rapazes efeminados
  • A adaga de Pedro – meio escondida; provavelmente representa a espada que Pedro usou mais tarde para cortar a orelha de uma pessoa, revelando sua prontidão para lutar por Jesus – Lucas 22:33-34; João 18:10-11
  • A falta do Santo Graal – nas pinturas da época, o cálice da Ceia, chamado de Santo Graal, era sempre representado como um cálice grande e decorado; Leonardo da Vinci decidiu representar o cálice de uma forma mais realista, como um copo normal

Veja também: qual o significado da Santa Ceia?

Algumas pessoas criam grandes teorias a partir de detalhes como esses, dizendo que o quadro tem muitas revelações fantásticas. Desenhando linhas no quadro, virando a imagem ao contrário e imaginando muita simbologia inexistente, cada pessoa pode inventar muitos significados sem fundamento!

Mesmo se Leonardo da Vinci tivesse escondido outro significado no quadro da Santa Ceia, não tem importância. Ele viveu quase 1500 anos depois de Jesus! Ele não tinha acesso a nova informação sobre Jesus que seria digna de confiança. Os evangelhos na Bíblia foram escritos alguns anos depois da vida de Jesus, com relatos em primeira mão (2 Pedro 1:16). Um quadro não é motivo para duvidar da verdade sobre Jesus na Bíblia.