O que é o comunismo?

O comunismo é uma ideologia política e econômica que defende a igualdade social e o fim da exploração das classes mais baixas. Surgiu como protesto contra as más condições de trabalho dos operários nas fábricas. Seu defensor mais conhecido foi Karl Marx. O comunismo tem pontos positivos mas seu ensino vai contra os princípios da Bíblia.

Quais os princípios do comunismo?

  • A História é uma luta de classes – há sempre um grupo de pessoas mais poderosas que exploram as menos poderosas. Depois, os grupos com menos poder se revoltam contra a opressão. No fim, a ordem é estabelecida outra vez, com um novo grupo dominante que explora os outros. E a História se repete.
  • A economia controla tudo – quem tem mais dinheiro tem mais poder, influencia mais a política e tem mais chance de ganhar ainda mais dinheiro. Os mais pobres ficam presos em um ciclo de pobreza que vai piorando, porque os mais ricos controlam tudo e os exploram cada vez mais. O mercado livre é o grande responsável pela desigualdade social.
  • A religião é uma invenção dos opressores – a religião mantém as classes mais baixas contentes em sua situação degradante, prometendo uma vida melhor na eternidade. Os comunistas são ateus.
  • O Estado deve controlar a economia – para garantir uma distribuição justa dos recursos entre todos. Empresas privadas são gananciosas demais.
  • Os operários devem tomar o poder – os operários são os mais interessados na justiça social, portanto são os mais indicados para estar no poder e controlar a economia. Eles devem chegar ao poder, por qualquer meio possível.

O Comunismo concorda com a Bíblia?

Não, o comunismo não concorda com a Bíblia. O comunismo erra:

  • Sobre religião – a religião tem sido usada por opressores mas não surgiu por esse motivo. A religião é uma resposta à nossa necessidade de comunhão com Deus (Eclesiastes 3:11). O pecado nos separou de Deus e bem lá no fundo todos sabemos que falta essa comunhão.
  • Sobre a economia – a economia tem muito poder mas o que gera opressão é o pecado. Não há nenhum sistema económico que vai funcionar perfeitamente onde há pecado.
  • Sobre a solução – dar todo o poder ao Estado não vai resolver o problema da justiça social, simplesmente vai causar outro ciclo de opressão dos mais poderosos sobre os mais fracos. Quem tem todo o poder acaba abusando dela, mesmo se é operário, por causa do pecado (1 Timóteo 6:9-10). A solução é uma mudança de coração por Jesus, para nos libertar do pecado e do amor ao dinheiro.