O que a Bíblia diz sobre tatuagem?

A Bíblia fala sobre tatuagem apenas uma vez, no livro de Levítico:

"Não façam cortes no corpo por causa dos mortos nem tatuagens em vocês mesmos. Eu sou o Senhor".  - Levítico 19:28

A passagem em Levítico revela uma proibição muito particular para o povo de Israel. Como várias outras proibições (como sobre o que comer, ou vestir, por exemplo) esta tinha o objetivo de separar o povo de Deus dos restantes povos e não é diretamente aplicável a nós hoje. Mas deve nos fazer pensar.

Veja aqui: tatuagem é pecado?

Então, crente pode ou não pode fazer tatuagem?

O novo testamento não aborda diretamente a questão das tatuagens. Hoje o cristão está sob a nova aliança, e portanto tudo lhe é permitido - mas nem tudo lhe convém (1 Coríntios 6:12). É aí que cada um deve analisar seus motivos e fazer essa pergunta a si mesmo: De que maneira estarei exaltando a Cristo fazendo uma tatuagem?

Lembre o que Paulo disse em 1 Coríntios 10:31:

Assim, quer vocês comam, quer bebam, quer façam qualquer outra coisa, façam tudo para a glória de Deus.

É possível eu fazer uma tatuagem para a glória de Deus? Se você conseguir responder a essa pergunta, e o Espírito Santo lhe der uma consciência tranquila sobre o que está fazendo, você é livre para fazer uma tatuagem.

Recorde também que existem várias passagens que nos dizem que o corpo do cristão é algo especial, que deve ser tratado com respeito - é o templo do Espírito Santo (1 Coríntios 6:19).

Uma tatuagem é uma coisa permanente (ou quase - remoções são processos muitas vezes caros, dolorosos e ineficazes). Por isso, pense muito bem antes de tomar a decisão de fazer uma tatuagem.

Se você pertence a uma igreja, fale com o seu pastor, ou alguém da liderança, que pode te orientar nessa decisão.

Veja também: o que a Bíblia diz sobre homem usar brinco? É pecado?

Já fiz, e agora?

Em nenhum lugar a Bíblia diz que fazer tatuagem é um pecado imperdoável. Se você fez tatuagem, antes ou depois de se converter, e sentiu convicção da parte do Espírito Santo de que foi um erro, você recebe perdão ao confessar isso. Não precisa se martirizar.