O que é eunuco na Bíblia?

Na Bíblia eunuco é normalmente um homem que foi castrado. Eunuco também pode se referir às vezes a um homem com deformação genital ou a um homem que pratica celibato.

Nos tempos da Bíblia em alguns países, certos homens eram castrados. Normalmente esses homens eram escravos que trabalhavam para o rei. Um eunuco podia mais facilmente ganhar a confiança do rei, porque o rei sabia que ele não iria seduzir sua rainha. Por isso, muitos eunucos estavam ao serviço da rainha e do harém.

Deus proibiu a castração ao seu povo (Deuteronômio 23:1). Um eunuco não poderia entrar na assembleia de Deus. Mas Deus prometeu que um dia os eunucos fiéis a Deus iriam ser aceites (Isaías 56:4-5). Isso aconteceu com a ressurreição de Jesus. O eunuco etíope que aceitou Jesus como salvador quando ouviu o evangelho representa o cumprimento dessa promessa (Atos dos Apóstolos 8:36-38).

Jesus e os eunucos

Jesus falou sobre eunucos no contexto do casamento. Ele disse que havia três tipos de eunuco:

  • de nascimento – homens que nascem sem capacidade ou sem vontade de ter relações sexuais
  • feitos pelos homens – homens castrados
  • voluntários – homens que decidiram não ter relações sexuais, optando pelo celibato para se dedicarem totalmente ao evangelho

Jesus tinha dito que o casamento é uma coisa para a vida toda e que o divórcio é uma coisa ruim. Se divorciar para casar com outra pessoa é o mesmo que adultério. Então os discípulos disseram que era melhor não casar (Mateus 19:9-10). Jesus explicou que o casamento não é para todos. Algumas pessoas estão destinadas ao celibato. Esses eram os eunucos (Mateus 19:11-12).

Eunucos de nascimento são homossexuais?

Não, eunucos de nascimento não são homossexuais. Jesus estava falando sobre pessoas que não se casam nem têm relações sexuais, ou por incapacidade, ou por não terem essa inclinação. Não estava falando sobre pessoas que mantêm relações homossexuais.

Veja também: o que a Bíblia diz sobre homossexualismo?

Um homossexual que escolhe o celibato poderia ser considerado um eunuco voluntário. Ele estaria escolhendo a castidade como forma de não ceder à tentação. A Bíblia diz que praticar homossexualismo é pecado (Romanos 1:26-27).