Apocalipse: como a Bíblia descreve o fim do mundo?

A Bíblia diz que o mundo tal como conhecemos terá um fim. Deus prometeu que exterminará todo o mal e fará nova todas as coisas (Apocalipse 21:5).

Há relatos acerca dos eventos conjugados ao fim em vários livros da Bíblia. 'Apocalipse' é um termo grego que significa "revelação" e não "fim do mundo". Portanto, o último livro das Escrituras, relata a revelação que Jesus Cristo deu acerca dos tempos do fim, através do apóstolo João. Além das revelações descritas neste livro, também encontramos noutros livros do Antigo e Novo Testamentos profecias sobre o fim.

Como será o fim?

A Palavra de Deus nos dá algumas certezas acerca dos acontecimentos finais, mas não tantas sobre como e quando isso acontecerá exatamente. No entanto, sobre tudo o que descreve, podemos ter um panorama geral de como será. A promessa mais esperada por todos os cristãos é a segunda vinda de Jesus Cristo. Inúmeros sinais são relatados como precedentes da volta do Senhor, e, muitos sinais mostram que já temos vivido alguns eventos que antecedem o fim.

Mateus 24:6-8

A Bíblia descreve os acontecimentos finais como forma de alerta e encorajamento. Alerta para aqueles que não creem em Cristo e vivem alheios ao que Ele ensinou. E, encorajamento àqueles que aceitaram pela fé a oferta da graça, para que se preparem para os sofrimentos que poderão experimentar e para perseverem até o fim, com Jesus Cristo.

Fim do mundo é certo, porém imprevisível!

O fim dessa era vai acontecer, mas ninguém sabe o dia nem a hora. A Bíblia afirma que o fim está próximo e será terrivelmente avassalador. No entanto, não sabemos quando isso acontecerá exatamente (Marcos 13:32), só Deus o sabe. Não cabe a nós tentarmos descobrir qual a data, mas sim, estarmos preparados para ela. O Senhor virá para buscar aos Seus e para destruir o poder da maldade e seus praticantes. Para estes, será um dia terrível, de grande tormento e destruição:

Isaías 13:6,9

Alertas às Igrejas

No livro de Apocalipse, após a introdução e descrição da visão de Jesus (Ap. 1), inicia-se uma série de recomendações e exortações às sete igrejas cristãs da Ásia. Os capítulos 3 e 4 são dedicados a encorajar e corrigir a conduta do povo de Deus nessas localidades:

  • Éfeso - Volta ao primeiro amor - (Apocalipse 2:1-7)
  • Esmirna - "Não temas!", "sê fiel até a morte, eu te darei a coroa da vida" - (Apocalipse 2:8-11)
  • Pérgamo - Reprovação divina, convite ao arrependimento - (Apocalipse 2:12-17)
  • Tiatira - "Conheço as tuas obras, o teu amor... tenho porém contra ti..." (Apocalipse 2:18-29)
  • Sardes - Aparência de que está vivo, mas está morto: "Sê vigilante..." - (Apocalipse 3:1-6)
  • Filadélfia - Onisciência de Cristo: porta aberta e recompensa pela perseverança - (Apocalipse 3:7-13)
  • Laodicéia - Ser morno não agrada a Deus, nem o auto engano: pensar ser rico sendo miserável (Apocalipse 3:14-22)

Todas as mensagens encaminhadas nas cartas àquelas igrejas do 1º século servem também hoje, para todos que pertencem à Igreja de Cristo.

A grande Tribulação

A Palavra de Deus adverte-nos acerca de tempos difíceis que sobrevirão. Tempos de angústia, em que se levantarão falsos profetas e falsos cristos, realizando falsos milagres, para tentar enganar até mesmo os escolhidos. Muitos destes sinais já parecem estar acontecendo nos nossos dias e devem ser ainda mais agravados futuramente. Contudo, Jesus disse que este será somente o princípio das dores (Mateus 24:8).

Depois disso, virá um tempo de aflição jamais visto antes, nem haverá depois (Mateus 24:21). A grande tribulação é mencionada na Bíblia, relatando tempos de sérias dificuldades, guerras, terremotos, escassez, fome, alterações ambientais, pestes e toda sorte de aflições. A grande tribulação será o maior sinal que antecede a 2ª vinda de Jesus.

O ápice da Tribulação será um tempo de acontecimentos tremendos, jamais vistos antes. Tudo acontecerá para provar os habitantes da terra (Apocalipse 3:10). Haverá punição pela maldade e pecado de todos que decidem, resolutamente, se rebelar contra o Criador. Mas aos que aceitaram a oferta de graça do Senhor Jesus Cristo, ainda que sofram, serão poupados da condenação final (Apocalipse 7:14-17).

Marcos 13:19-20 Tribulação

Alguns símbolos importantes do Apocalipse descrevem eventos desse período. Veja a seguir alguns deles:

Os 7 Selos, os 4 cavaleiros e seus cavalos

Nessa visão, João descreve a abertura de cada um dos sete selos pelo Cordeiro no Céu. A cada selo aberto eram chamados cavaleiros com cavalos de diferentes cores. Cada um simbolizava diferentes tipos de dores enviadas à terra:

Quadro demonstrativo - 7 selos apocalipse

Essas imagens de grande tribulação e destruição estão relatadas em Apocalipse 6:1-17 e Apocalipse 8:1-6.

  • O 1º selo representa o Cristo vitorioso que ressuscitou e venceu a morte e o inferno. Desde a Sua ressurreição todo universo aguarda a Sua 2ª vinda triunfante, vencendo e para vencer.
  • O 2º selo e cavalo vermelho falam-nos do sangue derramado sobre a terra em matanças, assassinatos e guerras.
  • O 3º selo e o cavalo preto representa a escassez, fome e miséria que assola o mundo.
  • O 4º selo e cavalo amarelo representam a morte e inferno que ceifam vidas através da fome, guerras, pestes e feras da terra.
  • O 5º selo revelou todos aqueles que sofreram e morreram por causa de Cristo.
  • O 6º selo revelou toda alteração que ocorrerá nos céus e na terra (terremotos, eclipse, chuva de estrelas, lua vermelha...). A abertura do último selo mostrou as orações dos santos sendo derramadas diante do altar de Deus e a preparação para o culminar do juízo de Deus sobre o mundo.

As 7 Trombetas

João viu e descreveu o toque de trombetas. Tal como na abertura dos selos, a cada trombeta tocada por anjos designados, serão determinados diferentes juízos e aflições sobre a terra:

Quadro demonstrativo - 7 trombetas do Apocalipse

Confira o relato completo em Apocalipse 8:7-13, Apocalipse 9:1-21 e Apocalipse 11:15-19.

As 7 Pragas e as 7 Taças da Ira de Deus

As 7 pragas ou flagelos (calamidades) aqui simbolizadas pelas taças, recordam os desastres vistos no toque das trombetas. Todos que não se arrependerem e não tiverem os seus nomes inscritos no Livro da Vida serão atormentados com a Ira de Deus. João, na sua visão, descreve as 7 pragas que acometerão os moradores da terra:

sete pragas do Apocalipse

Veja o texto completo sobre as pragas e taças em Apocalipse 16:1-21.

Muitos destes eventos descritos na visão de João, já haviam sido profetizados anteriormente. Terremotos, pragas, destruição, aflição e escuridão estão determinados para os tempos finais. Isaías (Isaías 34:4), Joel (cap. 2 e 3) já haviam profetizado o que Jesus confirmou (Mateus 24), Paulo (1 Tessalonicenses 4:13-18; 5:1-11) e João registrou no livro do Apocalipse (Apocalipse 6:12-14).

A segunda Vinda de Jesus Cristo

Após os acontecimentos da Grande Tribulação, a Bíblia nos diz que a terra, os astros e as estrelas sofrerão alterações. É o prenúncio último da segunda vinda de Cristo. O mundo cósmico será abalado perante a chegada gloriosa do Senhor Jesus Cristo:

Sinais nos céus e terra - Mateus 24:29

A seguir, aparecerá no céu o sinal de Jesus vindo nas nuvens, com poder e glória. Certamente o Rei da Glória virá com toda autoridade buscar os Seus (Apocalipse 24:31) e exercer justiça e juízo:

Mateus 24:30,27 2ª Vinda de Jesus

Os 3 conspiradores

Satanás, a Besta e o Falso Profeta são algumas das figuras demoníacas que aparecem no livro de Apocalipse. Eles se opõem a Deus e à adoração genuína a Ele. Estes irão conspirar para enganar o máximo de pessoas possíveis, para que não se arrependam nem se entreguem com fé em Jesus Cristo.

  • Dragão

O dragão é a antiga serpente, o Diabo, Satanás (Apocalipse 12:9). Desde o início seu alvo é enganar, roubar, matar e destruir (João 10:10). Distorce a Palavra de Deus e promove falsos profetas para enganar as pessoas com heresias e interpretações erradas da Bíblia. É também o acusador dos crentes e está furioso contra a obra de Deus, porque sabe que o seu tempo é escasso (Apocalipse 12:12).

  • Besta

Trata-se da figura de um agente de Satanás, por meio do qual ele irá exercer o seu poder maléfico sobre a terra. Há interpretações que consideram que, nos tempos em que o Apocalipse foi escrito, a Besta teria sido o Império Romano, personificado na figura de César.

Mas, como imagem simbólica para tempos futuros, a Besta também pode ser identificada com sistemas mundanos, poderes e governos humanos contrários a Deus. Ainda poderá ser associada à uma pessoa ou liderança humana mais específica.

  • Falso Profeta

É outro instrumento do Diabo, usado para promover sinais miraculosos para enganar a todos. Os cristãos já foram antecipadamente alertados acerca do perigo dos falsos profetas (Marcos 13:22). Estes, são aqueles impostores que têm alguma aparência de verdade, mas são enganadores, querendo subverter a mensagem divina.

O Falso Profeta de que fala o Apocalipse aparece junto com a Besta, com poder para fazer coisas maravilhosas para enganar os mortais.

Então vi saírem da boca do dragão, da boca da besta e da boca do falso profeta três espíritos imundos semelhantes a rãs.

São espíritos de demônios que realizam sinais milagrosos; eles vão aos reis de todo o mundo, a fim de reuni-los para a batalha do grande dia do Deus todo-poderoso.

Apocalipse 16:13-14

A Batalha do Armagedom

Esta será, na verdade, a tentativa falhada dos poderes das trevas de resistir ao poder soberano do Senhor Jesus Cristo. A tríade: besta, dragão e o falso profeta, com engano, falsos milagres e sinais, congregará os governadores da terra e todos que tiverem a sua marca. Juntos eles estarão reunidos para o combate final (Apocalipse 16:13-14).

Então os três espíritos os reuniram no lugar que, em hebraico, é chamado Armagedom.

Apocalipse 16:16

Mas, ao verem a grandiosidade do poder do Senhor, os homens tentarão fugir. Todos ficarão desesperados, mas não poderão se proteger, pois estarão totalmente expostos perante a ira de Deus:

como será o fim - Apocalipse 6:15-17

Os inimigos de Deus serão punidos no dia da Vingança do Senhor por toda opressão, violência, angústia que fizeram sofrer aos homens (Jeremias 46:10). Somente com um sopro, com uma palavra da boca de Cristo, eles serão fulminados.

Na pretendida batalha, os inimigos de Deus serão totalmente massacrados por Jesus e Seus exércitos:

Então vi a besta, os reis da terra e os seus exércitos reunidos para guerrearem contra aquele que está montado no cavalo e contra o seu exército.

Mas a besta foi presa, e com ela o falso profeta que havia realizado os sinais milagrosos em nome dela, com os quais ele havia enganado os que receberam a marca da besta e adoraram a imagem dela. Os dois foram lançados vivos no lago de fogo que arde com enxofre.

Os demais foram mortos com a espada que saía da boca daquele que está montado no cavalo. E todas as aves se fartaram com a carne deles.

Apocalipse 19:20-21

O mal será destruído para sempre!

Deus enviará punição contra todo mal. Nenhuma injustiça ou violência ficarão impunes para sempre! Os seguidores e praticantes da maldade serão estraçalhados. Além disso, o acusador dos fiéis será atormentado para sempre no lago com fogo e enxofre:

apocalipse 20:10 destino de satanás

O Juízo Final

Todos terão que prestar contas no julgamento final. Os livros serão abertos e cada um será julgado por aquilo que fez (ou deixou de fazer) na vida. Perante o Trono Branco do justo juízo de Deus, todos deverão comparecer e ouvir a sua sentença.

Aqueles que não aceitaram ser justificados pelo sacrifício de Jesus Cristo, terão que pagar pelos seus próprios pecados. A condenação no lago de fogo será o destino final para todos que rejeitaram o amor de Deus revelado em Jesus Cristo (Mateus 25:41).

Vi também os mortos, grandes e pequenos, em pé diante do trono, e livros foram abertos. Outro livro foi aberto, o livro da vida. Os mortos foram julgados de acordo com o que tinham feito, segundo o que estava registrado nos livros.

Aqueles cujos nomes não foram encontrados no livro da vida foram lançados no lago de fogo.

Apocalipse 20:12 e 15

A Nova Jerusalém

Haverá novos céus e nova terra. O paraíso idealizado por muitos, será superado na eternidade com Cristo. A beleza e harmonia descritas no Jardim do Éden (Gênesis) serão restabelecidos na nova Terra. Deus estará presente no meio do Seu povo para sempre. Coisas maravilhosas (1 Coríntios 2:9) aguardam aqueles que perseverarem até o fim e mantiverem a Sua fé em Jesus Cristo.

Todos os que tiverem os seus nomes escritos no livro da vida, terão acesso e morada preparada na Cidade Santa. Terão também acesso à Árvore da vida e viverão para sempre, servindo ao Senhor (Apocalipse 22:3). Vale a pena esperar e confiar pois Deus cumprirá as Suas promessas e concederá um futuro glorioso e eterno ao Seu lado.

Símbolos do Apocalipse

O livro do Apocalipse retrata a revelação de Jesus sobre os episódios do Fim. O apóstolo João relata a visão sobrenatural que teve, quando esteve exilado na ilha de Patmos, por causa do testemunho do Evangelho. As imagens dessa visão são descritas através da linguagem apocalíptica - riqueza de metáforas, símbolos e figuras de destruição. João usa simbolismos para descrever o que viu e ouviu do Senhor.

Apesar de difícil, nem tudo é incógnito, há certos códigos que trazem, pelo seu contexto, o seu significado bem claro. Veja alguns exemplos:

Código apocalipse

Considere que muito do que João descreveu não poderia ser escrito com precisão devido as limitações da linguagem humana. No entanto, outros símbolos, podem sugerir diferentes interpretações.

Acerca dos acontecimentos finais, existem 4 diferentes formas de interpretar:

  • Os preteristas, que consideram que as profecias do Apocalipse já se cumpriram no passado.
  • Os futuristas, entendem que todos os relatos do Apocalipse acontecerão no fim.
  • Os historicistas interpretam que muitas profecias vão se cumprindo ao longo da história até que Jesus volte.
  • Os idealistas acreditam que os princípios gerais relatados no Apocalipse (luta do bem contra o mal) acontecerá de forma espiritual.

Relativamente à Grande Tribulação, há diferentes interpretações acerca da volta de Jesus:

  • Pré-tribulacionista: acreditam que a 2ª vinda será antes da grande tribulação
  • Midi-tribulacionista: creem que arrebatamento acontecerá no meio (meso) da tribulação
  • Pós-tribulacionista: entendem que Jesus voltará e arrebatará o seu povo depois da grande tribulação

Em relação ao Milênio (Ap. 20), há também diferentes linhas de interpretação:

  • Pré-milenismo: a volta do Senhor se dará antes dos mil anos
  • Pós-milenismo: depois do milênio
  • Amilenismo: aqueles que desconsideram a tese de um milênio literal

A Bíblia não ensina especificamente uma teoria ou outra. Também não apresenta uma ordem cronológica explicita dos acontecimentos futuros. Por isso há margem para opiniões diferentes sobre esses eventos finais. Mas lembre-se que na interpretação bíblica, passagens mais claras trazem maior iluminação sobre as mais obscuras.

Para um estudo mais aprofundado do livro do Apocalipse, leia mais aqui: Estudo do Apocalipse

Decifrando o propósito do Apocalipse

Apesar de parecer um livro estranho, cheio de coisas assustadoras, o Apocalipse fala-nos de esperança. Encoraja-nos a ter certeza da vitória final do nosso Senhor Jesus Cristo contra todo mal. O Apocalipse foi escrito para motivar os cristãos de todas as épocas a perseverarem num mundo pecaminoso, cheio de sofrimentos e perseguição.

Os cristãos do primeiro século puderam aplicar suas profecias no seu tempo, na perseguição e destruição de Jerusalém - década de 70. E, os crentes dos últimos tempos também poderão reconhecer o cumprimento definitivo de suas profecias. Mas de forma geral, o Apocalipse é fundamental e apropriado para todos os crentes, desde o primeiro século até a volta de Jesus.

apocalipse 22:7 - feliz quem guarda as profecias do livro

"O fim se cumprirá...

Essa grande promessa, do encerramento desta era, culminará com a segunda volta de Cristo, julgamento e condenação do mal e de seus aliados. Jesus dessa vez voltará em glória para buscar os que são seus para estar com eles eternamente. O mundo ímpio e o império das trevas serão punidos pelos seus feitos e derrotados para sempre. Cristo reinará eternamente junto daqueles que lhe amam e foram comprados por seu sangue.

Os desdobramentos finais, mencionados inúmeras vezes no Antigo e Novo Testamentos (Isaías, Daniel, Ezequiel, Jesus, Paulo, Pedro, João p.ex.) serão confirmados até o final dos tempos. Os crentes viverão eternamente com Deus nos novos céus e na nova terra (Apocalipse 21:3-4).

Todos os povos, tribos raças, línguas e nações confessarão o Senhorio de Jesus Cristo (Romanos 14:11-12). Todos terão de prestar contas perante o grande Juiz do universo. Diante Dele os povos serão separados: à direita os seus irmãos e à esquerda quem O rejeitou nesta vida. Os segredos mais escondidos e não confessados serão revelados perante todos.

Não tenha medo do fim!

Aquele que tem Jesus como Senhor e Salvador, e confia na Sua Palavra não precisa temer o final dos tempos. Apenas continue firme e perseverante na fé. Apesar da pressão que o cristão normalmente sofre para abandoná-lo e tomar a forma desse mundo, vale a pena continuar a caminhar com Jesus Cristo.

"Eis que venho em breve! A minha recompensa está comigo, e eu retribuirei a cada um de acordo com o que fez.

Eu sou o Alfa e o Ômega, o Primeiro e o Último, o Princípio e o Fim.

"Felizes os que lavam as suas vestes, e assim têm direito à árvore da vida e podem entrar na cidade pelas portas.

Apocalipse 22:12-14

Com Ele a vitória é certa! E mesmo se passarmos por tribulações e sofrimentos, enfrentaremos tudo na força que vem de Deus. Ele venceu e com Cristo também venceremos! Fique firme e tenha esperança de um futuro glorioso na eternidade com Deus!

Leia aqui: Será que há vida depois da morte?