O que é casamento para Deus?

Casamento é uma aliança sagrada entre um homem e uma mulher perante Deus. Desde o princípio, o casamento foi instituído por Deus para ser o padrão para os demais tipos de relações existentes entre os seres humanos, expressando amor, compromisso, fidelidade e cuidado mútuo. Como união profunda que é, o casamento produz um senso de satisfação mútua para o casal além de servir para glorificar a Deus, cumprindo aos Seus propósitos.

cabeçalho - o que é casamento para Deus?

Por que Deus estabeleceu o casamento?

O casamento foi instituído por Deus a fim de satisfazer algumas necessidades fundamentais do ser humano.

Todos nós nascemos com necessidades fundamentais, dentre elas estão as necessidades afetivas, de segurança, de valorização, de interação social, etc. De certa forma, através do casamento, muitas dessas necessidades podem ser satisfeitas, quando dois se tornam um, perante Deus.

A união do casal envolve o senso de amor e pertencimento por meio da conexão física e emocional que se faz entre os cônjuges. O equilíbrio afetivo também pode ser desenvolvido e alcançado num relacionamento que é mais estável e duradouro, como o casamento.

Learderboarder propósito de Deus para o casamento

O propósito de Deus com o casamento é a união de um homem e uma mulher no nível mais profundo possível, produzindo assim o maior senso de satisfação pessoal para o casal. Tornamo-nos mais completos quando vivemos para o outro. Dentro do casamento o cônjuge aprende a renunciar o egoísmo e solidão, aprende a dividir as cargas, vivendo para fazer o outro feliz.

Além disso, é através do casamento (Gênesis 1:27-28) que:

  • a benção de Deus foi concedida ao casal e à família
  • Deus concedeu a fertilidade e multiplicação dos seres humanos
  • houve o direcionamento para povoamento e cuidado com a terra
  • o domínio sobre todos os animais foi concedido
  • estabeleceu-se a construção de famílias estruturadas
  • fundou-se lares protegidos pelo compromisso firme e duradouro
  • ocorre uma vivência mais próxima de amor e unidade

Acima de todos os propósitos imagináveis (veículo de amor, companhia, segurança, proteção etc.), o casamento promove a união de vidas com o propósito de servir aos propósitos de Deus para a vida de ambos, apesar das dificuldades.

O que o casamento representa?

Essa união é uma figura do próprio relacionamento de Deus com o Seu povo. Há uma comparação direta entre o amor de Cristo pela Igreja e o amor do marido pela sua esposa (Efésios 5:25). O homem e a mulher carregam em si a imagem de Deus. E, ao unirem-se no casamento, representam a renúncia do egoísmo. Assumem um compromisso auto sacrificial de amarem-se e cuidarem um do outro. Tornam-se um com o outro. Nada é especificamente de um só, mas dos dois.

Essa parceria iniciada no relacionamento conjugal desdobra-se no desenvolvimento da matriz familiar, que consolidará às demais instituições sociais. O casamento deve representar:

  • amor sacrificial,
  • fidelidade incondicional,
  • renúncia,
  • parceria,
  • cuidado,
  • amizade,
  • perdão,
  • consagração,
  • respeito mútuo, etc.

Esses e outros valores podem ser comparados ao amor do Pai celestial pela Sua Igreja. Ao assumir esse caráter, o casamento pode projetar na família e na sociedade, reflexos fidedignos da graça e do amor que vem de Deus.

Border propósito do casamento. Eclesiastes 4:12 - Casamento feliz com Deus presente

A presença de Deus une o casal e guia-o nas dificuldades, fortalecendo contra os problemas que enfrentarão juntos. Saiba que o seu cônjuge vai te entristecer algum dia, e você também irá magoá-lo, certamente. Somos humanos, falhos e pecadores, suscetíveis a errar. Somente a presença de Deus possibilitará a cada um a perdoar e amar, sendo aperfeiçoados a cada dia.

Para ter um casamento feliz você precisa convidar Jesus para estar presente no seu matrimônio. Isso é mais do que uma simples celebração religiosa. É preciso que o casal ande constantemente com Deus, compreendendo e obedecendo à Sua Palavra. Não tente resolver os problemas do casamento sozinho. A aliança feita entre vocês leva em conta a presença de Jesus que quer ajudá-los e conduzir vocês para solucionar os problemas que enfrentarem.

Mas e as diferenças?

Sim, o homem e a mulher são seres muito diferentes. Mas Deus já sabia disso e levou em conta essas diferenças, projetando-as para que complementassem um ao outro no casamento. Ao unir dois seres diferentes, Deus estava mostrando que pode haver unidade na diversidade. Apesar das diferenças, podemos amar um ao outro e nos esforçarmos para que o outro seja mais semelhante a Jesus Cristo.

O casamento deve ter seu alicerce firmado nos parâmetros de Deus. Ele deve ser o centro e base para o amor (Eclesiastes 4:12). Assim, dará certo. Com a benção de Deus irá funcionar como uma parceria amorosa entre homem e mulher refletindo partilha, proteção, respeito, união, amizade, compromisso e amor dentro o núcleo familiar.

O que Deus diz acerca do casamento?

Na Bíblia, encontramos diversas declarações divinas relacionadas ao casamento. Cada uma delas carregam verdades fundamentais sobre a união conjugal.

"Não é bom que o homem esteja só" (Gênesis 2:18)

Ninguém é uma ilha. Mesmo para aqueles que decidiram não se casar, ou ainda aguardam pelo futuro cônjuge, a solidão não deve ser uma opção para ninguém. Deus nos fez como seres sociáveis e por isso precisamos uns dos outros. A família é um excelente ambiente para crescermos rodeados de amor, proteção, amizade, ajuda e desafios.

"... farei para ele alguém que o auxilie e lhe corresponda". (Gênesis 2:18)

A mulher é uma ajudadora nata. A sensibilidade, resiliência, atenção aos detalhes, espírito de ajuda e cuidado são algumas das qualidades femininas que somam valor ao casamento (Provérbios 18:22). A correspondência ao homem diz respeito às semelhanças, uma vez que os dois são igualmente dignos e valiosos. Os dois também são imperfeitos, falhos e precisam de entreajuda para serem pessoas melhores.

Portanto, o que Deus uniu, ninguém o separe". (Marcos 10:9)

O casamento foi feito para ser para sempre. O divórcio não deve ser uma opção para aquele que se casa. Separar-se é uma triste exceção, ou concessão, no caso de abuso e maus tratos. Mas Deus não planejou assim. Para aqueles que foram unidos por Deus, é imperativo que não sejam separados por ninguém (de dentro ou de fora da relação). Preserve o seu casamento, ame, incentive o diálogo, o perdão e a compreensão mútua.

e disse: 'Por essa razão, o homem deixará pai e mãe e se unirá à sua mulher, e os dois se tornarão uma só carne'? Assim, eles já não são dois, mas sim uma só carne. Portanto, o que Deus uniu, ninguém separe". (Mateus 19:4-6)

Dois que se tornam um. Sejam:

  • uma só carne (relacionamento físico/sexual)
  • um coração (relacionamento emocional),
  • com os mesmos sonhos e objetivos (aspectos intelectuais, alvos, metas)
  • mesmos princípios (relacionamento social, valores),
  • o mesmo Deus e Senhor (relacionamento espiritual).

Se é casado, deixe a vida de solteiro para trás. Agora vocês iniciaram uma nova família, um novo lar. Não há mais espaço para atitudes infantis, egoístas e objetivos unilaterais. Cuide bem do corpo formado de duas pessoas.

Além dessas há outras inúmeras recomendações e alertas acerca do casamento na Bíblia (1 Coríntios 7).

Se ainda não é casado e pretende dar esse passo, busque auxílio e orientação de Deus nesse sentido. Se já está casado, ore e busque a Deus para que fortaleça e seja o centro do seu matrimônio e família.

Leia aqui: O que a Bíblia diz sobre o casamento?