Os 3 grandes desafios que Samuel enfrentou

O profeta Samuel foi usado por Deus para unir o povo de Israel e instaurar a monarquia. Ele foi um homem muito obediente a Deus e um grande exemplo de vida! Mas nem tudo foi fácil para Samuel. Ele teve três grandes desafios em sua vida:

1. Vencer o medo

Ser profeta de Deus não é para tímidos! As mensagens que Deus mandava Samuel transmitir não eram todas de paz e prosperidade. Samuel teve de confrontar pessoas poderosas, como o rei Saul, por seus pecados. Se essas pessoas rejeitassem a mensagem, ele poderia até ser morto!

Logo na primeira vez que Deus falou com Samuel, quando ainda era menino, Deus lhe disse que iria castigar a família de Eli, o sacerdote que cuidava de Samuel. O pequeno Samuel ficou com medo de contar mas Eli lhe disse que o castigo de Deus por não falar seria muito grande (1 Samuel 3:15-17). Ali, Samuel aprendeu que é melhor temer a Deus que aos homens.

Veja aqui: a história do profeta Samuel

O medo paralisa. Se Samuel tivesse deixado o medo o dominar, ele nunca teria se tornado profeta. Quem segue a Deus precisa ter coragem para O obedecer, mesmo quando é difícil. Você pode confiar em Deus, Ele vai cuidar de você (Isaías 41:10).

2. Se manter fiel

Em alguns momentos de sua vida, Samuel teve de escolher entre comprometer sua fé para agradar o povo ou ser inteiramente fiel a Deus. A escolha era entre o caminho mais fácil (e menos perigoso) e o caminho certo. Samuel escolheu servir a Deus.

Samuel sempre exortou o povo a ser inteiramente fiel a Deus, abandonando os ídolos (1 Samuel 7:3-4). Por causa disso, Israel foi vitorioso sobre seus inimigos durante o governo de Samuel. Mas o rei Saul desobedeceu a Deus para agradar o povo. Por isso, Deus mandou Samuel lhe dizer que ele iria perder o trono (1 Samuel 13:13-14).

A pressão para desobedecer a Deus e conformar com o pecado às vezes é muito grande. Mas Deus abençoa quem se mantém fiel.

Veja também: por que Deus escolheu Davi?

3. Não julgar pela aparência

Depois que Deus rejeitou Saul como rei, Ele enviou Samuel para ungir um novo rei entre os filhos de Jessé. Quando viu o primeiro filho de Jessé, que era um guerreiro, Samuel pensou que esse deveria ser o rei. Mas Deus lhe disse que Eliabe não era o homem certo. Ele tinha boa aparência mas Deus se interessa mais pelo coração (1 Samuel 16:7).

Como qualquer pessoa normal, Samuel avaliava as coisas de acordo com o que conseguia ver. Mas as aparências podem enganar. Samuel teve de aprender a confiar mais em Deus que nas aparências.

Por vezes, uma coisa que parece boa aos seus olhos pode não ser o que Deus quer (Provérbios 14:12). Por isso, é muito importante pedir a orientação de Deus. Quando Deus deixa claro que algo não está certo, obedeça a Deus e não siga esse caminho.