Quem era a viúva de Naim?

A viúva de Naim era uma senhora do tempo de Jesus que tinha perdido o único filho. Quando chegou em Naim, Jesus ressuscitou o filho da viúva. Esse milagre impressionou muitas pessoas por toda a região.

Naim era uma cidade pequena que ficava a certa distância de Cafarnaum, na Judeia. Um dia, durante seu ministério, Jesus foi visitar Naim. Ao chegar à cidade ele se deparou com uma procissão, levando um corpo para ser enterrado (Lucas 7:11-12). O morto era o único filho de sua mãe, que era viúva.

Quando viu a viúva, Jesus ficou com muita compaixão e falou com ela. Depois ele se aproximou do caixão e mandou o jovem morto se levantar. E o rapaz acordou! Jesus então entregou o rapaz a sua mãe (Lucas 7:13-15). Todos que viram esse milagre ficaram maravilhados e louvaram a Deus, reconhecendo Jesus como um grande profeta.

Veja também: o que Jesus pregava?

A importância do milagre em Naim

A viúva de Naim tinha perdido seu único filho, sua única família próxima. Além de ser um golpe devastador para uma mãe perder o filho, naquele tempo também significava que ela não teria ninguém para a sustentar em sua velhice. Com a morte de seu filho, a viúva de Naim perdia tudo.

Jesus restaurou a vida do filho e a vida da mãe! Ele mudou completamente o destino dessa família. É isso que Jesus faz – restaura a vida. Ele tem compaixão de nós e nos oferece uma vida nova (João 11:25-26).

Jesus não se limitou a dizer algumas palavras de consolo à viúva de Naim; ele agiu! Quando Jesus chega, coisas maravilhosas acontecem. A situação não fica igual.

Somente alguns dos maiores profetas do Antigo Testamento tinham ressuscitado alguém. Essa ressurreição mostrou que o poder de Jesus era muito grande! Sua fama ficou ainda maior depois de ressuscitar o filho da viúva de Naim (Lucas 7:16-17). O povo reconheceu que Deus tinha lhes enviado uma grande bênção. Nada é impossível para Jesus!