Como orar?

Podemos orar de muitas formas diferentes, não há regras rígidas sobre como orar. Orar é falar com Deus. A oração não precisa ser bonita nem comprida para ser ouvida. Podemos pedir a Deus para nos ensinar como orar (Romanos 8:26). A Bíblia explica um pouco sobre como orar:

Acreditar

Deus nos ama e ouve todas as nossas orações. Ele tem todo o poder e quer o melhor para nós. Quando oramos, precisamos crer nisso. Quem tem fé verá a resposta de Deus (Mateus 21:22).

Leia aqui: quais são os tipos de oração na Bíblia?

Reconhecer a soberania de Deus

Orar não é fazer magia. Não podemos manipular Deus para fazer o que queremos. Nem sempre aquilo que pedimos é o melhor para nós e Deus não faz. Quando fazemos nossos pedidos, devemos sempre orar para que a vontade de Deus seja feita (Mateus 6:10).

Veja também: por que devemos orar?

Ser humilde

Deus sabe o que é melhor para nós. Não podemos exigir nada de Deus nem Lhe ensinar o que fazer, apenas podemos pedir humildemente. Deus merece nosso respeito.

Ser honesto

Não precisamos fingir com Deus. Podemos Lhe contar o que estamos sentindo, nossos medos e problemas. Deus é nosso amigo, podemos conversar com Ele sobre tudo.

Descubra aqui: oração tem poder?

Agradecer

Orar não é só fazer pedidos a Deus. É bom sempre agradecer na oração por aquilo que Deus tem feito por você. Pense em coisas boas e agradeça a Deus por elas (1 Tessalonicenses 5:18).

Podemos também usar o modelo da oração do Pai Nosso para aprender como orar. Veja aqui: o que significa a oração do Pai Nosso?

Quando orar?

A Bíblia diz que devemos orar em todo o tempo (1 Tessalonicenses 5:17). Podemos orar a Deus em qualquer altura e em qualquer lugar. Deus ouve sempre nossas orações, não importa onde estamos. Mas é bom também tirar um tempo para orar sozinho com Deus. É como ter uma conversa mais íntima com um amigo, sem distrações. Jesus procurava sempre ter um tempo a sós para orar (Lucas 5:16).

Podemos orar sozinhos ou em grupo. O mais importante é o relacionamento com Deus, não o que outras pessoas vão pensar. Não é uma atuação para impressionar, é uma conversa honesta com Deus. Também não é uma repetição constante de palavras mágicas para fazer uma coisa acontecer. Podemos repetir nossas orações a Deus mas não devemos deixar a oração cair em uma lengalenga sem significado (Mateus 6:5-8).