5 erros que impedem de ser uma família feliz

Todos querem ter uma família feliz, mas existem alguns erros que tiram a felicidade do lar. Com a ajuda da Bíblia, podemos aprender a evitar esses erros, formando uma família mais forte e alegre em Jesus. Uma família feliz se constrói na base da palavra de Deus.

1. Egoísmo

Na família, o egoísmo é o grande inimigo do amor. Quando cada um está preocupado apenas consigo próprio, os outros se tornam apenas coisas para serem usadas. Quando não satisfazem, a família se desmorona.

Na família feliz, os membros cuidam uns dos outros (Filipenses 2:4). Um por todos e todos por um! Quando os membros da família se preocupam com o bem uns dos outros, encontram uma segurança e união que não existe quando é cada um por si.

2. Desrespeito

Ninguém fica feliz quando seus sentimentos são machucados. Mas é muito comum cair no erro de desvalorizar outros membros da família ou a situação em que estão. Afinal, qual é a mãe que fica feliz quando o filho desvaloriza seus cuidados?

O respeito é muito importante para a união (1 Pedro 2:17). E não são apenas os filhos que devem respeito aos pais. Todos na família devem ter respeito uns pelos outros: o marido pela esposa, a esposa pelo marido, os filhos pelos pais e os pais pelos filhos, os irmãos uns pelos outros… Cada um merece respeito porque cada um foi criado à imagem e semelhança de Deus, de maneira muito especial.

Veja também: o que Deus fala sobre o amor entre um casal?

3. Ressentimento

O ressentimento destrói qualquer relacionamento. Ninguém é perfeito e, quando vivemos em família, vamos cometer erros. Guardar ressentimento azeda as relações, porque não nos deixa largar a mágoa de coisas passadas, mesmo quando a pessoa que nos machucou está arrependida. Uma casa cheia de pessoas ressentidas umas contra as outras não é feliz.

O perdão é a solução para o ressentimento. Perdoar significa largar a mágoa contra alguém, deixando o que aconteceu nas mãos de Deus. Uma família que sabe perdoar é mais feliz, porque cada um sabe que o amor dos outros é incondicional. Erros são cometidos mas há sempre a chance de consertar as coisas (Lucas 17:3-4).

Leia aqui: qual é a importância do perdão?

4. Indisciplina

Ninguém gosta de regras e castigos, mas a alternativa é muito pior. A família sem nenhuma disciplina é caótica. Os mais pequenos se tornam tiranos e o trabalho acaba sempre por cair todo sobre os ombros de uma só pessoa.

Um pouco de disciplina faz maravilhas! As regras trazem segurança e estabilidade para a família toda, e prepara os filhos para a vida real (Provérbios 23:13-14). Ao contrário do que parece, estabelecer limites traz mais liberdade.

5. Mentiras

A mentira destrói a confiança e a união da família. Pode parecer uma solução inteligente, para evitar consequências, mas cria um ambiente de desconfiança. Uma família não pode viver na base da ilusão e do engano. A verdade acaba sempre por sair e a descoberta da mentira machuca.

Descubra aqui: o diabo é o pai da mentira - o que isso significa?

A honestidade é essencial em casa (Efésios 4:25). Nem sempre é fácil dizer a verdade, mas com amor e carinho a honestidade gera união. Na família feliz, cada um sabe que pode ser natural, sem máscaras nem fingimento. A verdade é um fundamento sólido, em que dá para construir a confiança.