O que são Gogue e Magogue?

Pr. Marcelo Teixeira Mallet
Pr. Marcelo Teixeira Mallet
Pastor Batista

Na Bíblia, Gogue e Magogue representam os inimigos do povo de Deus. No fim dos tempos, esses inimigos se reunirão para lutar contra o povo de Deus, tentando destruí-lo. Mas, no fim, Deus trará vitória e destruirá todos os inimigos.

Os nomes Gogue e Magogue ganharam destaque devido a uma profecia no livro de Ezequiel e uma referência no livro de Apocalipse. Nessas duas profecias, Gogue e Magogue lideram um exército que ataca Israel, no fim dos tempos.

Gênesis 10:1-2 identifica Magogue como um dos filhos de Jafé, filho mais velho de Noé. Os descendentes de Noé se espalharam pelo mundo e formaram vários povos, depois do Dilúvio. Assim, o homem Magogue provavelmente deu origem a um povo chamado Magogue.

Ezequiel 38:2 explica que Gogue será um líder da terra de Magogue, que dominará sobre vários outros povos (que também são descendentes de Jafé). Magogue fica em algum lugar ao norte de Israel e liderará o ataque final contra o povo de Deus: Ezequiel 38:15-16.

Em algum tempo, quando Israel estiver vivendo em paz e segurança, Gogue juntará um grande exército formado por vários povos ao redor de Israel. Esse grande exército, vindo de todos os lados, mas com a frente de ataque principal vindo do norte, virá para destruir e saquear Israel (Ezequiel 38:7-9).

Nesse dia, Deus lutará por Seu povo, provocando um terremoto e enviando a peste e o fogo contra o exército inimigo. As tropas serão lançadas em confusão, matando uns aos outros e sua destruição será total (Ezequiel 38:21-23). O exército de Gogue será completamente exterminado e o povo de Deus viverá em segurança, sem o perigo de inimigos. A vitória final será de Deus!

Apocalipse 20:7-9 também faz uma referência a Gogue e Magogue, como representantes de todos os inimigos de Deus que se reunirão para a batalha final. Eles se unirão para lutar contra o povo de Deus, mas serão completamente destruídos. O diabo, o verdadeiro líder do exército de Gogue e Magogue, será lançado no lago de fogo, onde será castigado por toda a eternidade. Logo depois, acontecerá o Juízo Final.

Descubra aqui: o que é o Juízo Final?

Quem é Gogue e que país é Magogue?

A Bíblia não nos diz a identidade de Gogue e Magogue. A única coisa que a Bíblia diz é que vêm do norte.

Com respeito às profecias sobre o futuro, é difícil dizer o que é literal e o que é metafórico. A batalha do fim dos tempos poderá ser física, espiritual ou as duas. Por isso, é difícil dizer se Gogue será um homem ou algum espírito maligno.

Veja também: o que a Bíblia diz sobre o fim dos tempos?

É igualmente difícil dizer onde fica Magogue. Em algum lugar, ao norte de Israel, é uma indicação muito vaga.

Alguns relatos históricos de escritores antigos como Heródoto (484 – 425 a.C.) e Flávio Josefo (37 – 101 d.C.), identificam Magogue como um povo chamado "Cita". Os Citas foram um povo que viveu na "Cítia" (c. 800 – 300 a.C.). A Cítia era uma região que, hoje, seria no sul da Rússia, e abrangia um território que ia da Ucrânia até a fronteira com a China. No entanto, qualquer teoria que identifique Magogue a uma nação específica é apenas especulação.

Magogue poderá ser a uma união de povos, ou algum tipo de movimento espiritual, religioso ou ideológico.

As possibilidades são muito variadas e provavelmente não saberemos o que Gogue e Magogue realmente são até o momento em que esses eventos acontecerem. O mais importante da mensagem de Gogue e Magogue é que Deus é mais poderoso que todos os seus inimigos. No fim, Deus traz livramento.

Referências Bibliográficas

  • JOSEFO, Flávio. Antiguidades judaicas. Tradução Vicente Pedroso. Rio de Janeiro: CPAD, 1990.
  • KASCHEL, Werner; ZIMMER, Rudi. Dicionário da Bíblia de Almeida: 2a edição. Sociedade Bíblica do Brasil, 2014.
  • TRAVIS, Stephen. Creio na segunda vinda de Jesus. Campinas: LPC, 1990.
  • WILCOCK, Michael. A mensagem de Apocalipse. São Paulo: ABU, 1986.
Pr. Marcelo Teixeira Mallet
Pr. Marcelo Teixeira Mallet
Bacharel em Teologia com ênfase em Teologia Histórico-Sistemática e Aconselhamento pelo Seminário Teológico de Gramado (RS, Brasil) e Mestrando em Estudos Teológicos pelo Seminário Teológico Baptista de Lisboa (Portugal). Pastor batista desde fevereiro de 1994.