O que é o sinal de Jonas?

O sinal de Jonas é uma profecia sobre Jesus. Assim como Jonas ficou três dias dentro do grande peixe mas depois saiu, Jesus ficou morto três dias mas depois ressuscitou. O sinal de Jonas é uma chamada ao arrependimento e a crer em Jesus.

Um dia, quando Jesus estava ensinando o povo, alguns fariseus e mestres da lei que não criam nele pediram para ele fazer um sinal miraculoso. Mas Jesus já tinha realizado muitos milagres e eles ainda não acreditavam nele. Eles não queriam acreditar, apenas queriam testar Jesus e ver um milagre. Por isso, Jesus lhes disse que apenas lhes daria o sinal de Jonas (Mateus 12:39).

Nesse momento, Jesus profetizou sobre seu destino. Jonas ficou três dias e três noites dentro da barriga de um grande peixe. Da mesma forma, Jesus ficaria três dias e três noites na terra. Depois que saiu da barriga do peixe, Jonas pregou em Nínive e o povo dessa cidade se arrependeu de seus pecados. Agora tinha chegado Jesus, que era maior que Jonas (Mateus 12:40-41). Quem não se arrependesse com a pregação de Jesus seria condenado no Juízo Final pelo povo de Nínive, que fez a escolha certa.

Veja aqui a história completa de Jonas.

O sinal de Jonas e a ressurreição de Jesus

Quando Jonas foi engolido pelo grande peixe no meio do mar, ele não deveria ter sobrevivido. Seus três dias dentro do peixe eram como se ele estivesse morto. Mas nesse tempo, Jonas orou com esperança em Deus, crendo que ele seria libertado de sua “sepultura” (Jonas 2:6-7). Depois Deus mandou o peixe vomitar Jonas em terra firme e ele sobreviveu!

Jesus sabia que ele tinha que passar por uma experiência parecida com Jonas. Mas dessa vez ele iria mesmo morrer e ser sepultado. Jesus profetizou que iria morrer e ressuscitar três dias depois. Esse seria o sinal definitivo que ele era o salvador do mundo, o Messias prometido.

O povo de Nínive creu na pregação de um profeta que sobreviveu dentro de um peixe por três dias. Esse foi um grande milagre, que confirmou que Deus estava com Jonas. Os fariseus e mestres da lei não acreditavam em Jesus, apesar de todos os milagres que ele fazia (Lucas 11:32).

Com o sinal de Jonas, Jesus estava avisando contra a incredulidade. Quando sua profecia sobre sua morte e ressurreição se cumprisse, já não haveria desculpa para não crer nele. Assim como o povo de Nínive apenas obteve salvação quando creu na mensagem de Jonas e se arrependeu, apenas quem crê em Jesus e se arrepende será salvo da condenação (João 3:17-18).