O que é a parábola do bom samaritano?

A parábola do bom samaritano é uma história que Jesus contou para explicar sobre amar o próximo. Amar é uma coisa prática, não é apenas falar palavras bonitas. A parábola do bom samaritano também mostra que devemos amar a todos, sem preconceito.

A parábola do bom samaritano

Um dia, quando Jesus estava ensinando, um perito na lei o pôs à prova. Os peritos na lei eram pessoas que conheciam a Lei de Deus, dada a Moisés, a fundo. Depois de determinar que para ter a vida eterna é preciso amar a Deus e amar o próximo, o perito na lei perguntou a Jesus quem era seu próximo (Lucas 10:27-29). Em resposta, Jesus contou essa história:

Durante uma viagem, um homem foi atacado por assaltantes, que o deixaram quase morto. Um sacerdote de Deus viu o homem ferido e passou para o outro lado da estrada, sem o ajudar. Um levita, que era uma pessoa dedicada ao trabalho no templo, também passou sem ajudar o homem (Lucas 10:30-32).

Depois disso, passou um samaritano. No tempo de Jesus, os judeus e samaritanos eram inimigos. O samaritano teve dó do homem, tratou de suas feridas e o levou para uma hospedaria, onde cuidou dele. O samaritano ainda pagou todas as despesas do homem na hospedaria! - Lucas 10:34-35

Quando terminou de contar a história, Jesus perguntou qual dos três viajantes foi o próximo do homem ferido. O perito na lei respondeu que era o homem que o ajudou. Jesus então disse para fazer igual (Lucas 10:36-37).

Descubra aqui: quem eram os samaritanos?

O que significa a parábola do bom samaritano?

A parábola do bom samaritano mostra o que é realmente importante para Deus.

O sacerdote e o levita eram pessoas que conheciam bem a Lei de Deus. Eles trabalhavam no templo e tinham grande responsabilidade religiosa. Mas todo seu conhecimento e todos os rituais não valiam de nada. Suas ações mostraram que a Lei de Deus não estava em seus corações (Isaías 29:13).

O samaritano poderia ter ficado feliz com o sofrimento do homem, porque os judeus eram inimigos dos samaritanos. Mas o samaritano não viu um inimigo ou um problema. Ele viu um homem como ele, que precisava de ajuda. Ele não ficou indiferente; ele ajudou. O samaritano amou de verdade (1 João 3:17-18).

Nosso próximo é quem está por perto. Não é apenas quem gostamos ou achamos que “merece” nosso amor. Assim como Jesus nos amou, apesar de nossas falhas, nós também devemos amar quem está por perto.

Veja também: o que a Bíblia fala sobre amar ao próximo?

A Bíblia diz que religião verdadeira é cuidar dos necessitados (Tiago 1:27). Sem amor, nada que fazemos tem valor. Ir à igreja, orar, pregar, cantar, ler a Bíblia... todas essas coisas só têm valor quando temos o amor de Deus em nossos corações. E esse amor se reflete na forma como tratamos nosso próximo.