Quem eram os samaritanos?

Os samaritanos eram um grupo religioso que tinha conflito com os judeus no tempo de Jesus. Eles viviam na região de Samaria e misturavam o judaísmo com outras crenças. Jesus escandalizou muitos judeus porque não rejeitava os samaritanos.

Como surgiram os samaritanos?

Os samaritanos surgiram quando o povo de Israel se misturou com pessoas de outros povos e crenças.

Depois do reinado de Salomão, o povo de Israel se dividiu em duas nações: Israel e Judá (1 Reis 12:20). Em Judá o povo continuou a adorar a Deus em Jerusalém, mas em Israel o povo se virou para a idolatria e misturou a adoração a Deus com outras religiões. A capital do reino de Israel era Samaria.

Depois de muito tempo de idolatria, o reino de Israel foi conquistado pelo rei da Assíria. Muitos israelitas foram deportados para outras partes do império assírio e pessoas de outras nações conquistadas foram colocadas em Samaria (2 Reis 17:23-24). Os novos habitantes de Samaria aprenderam sobre Deus mas misturaram o judaísmo com a adoração de outros deuses. Os judeus que restaram em Samaria se misturaram com os novos habitantes e surgiram assim os samaritanos.

Os samaritanos seguiam uma forma modificada da Lei de Moisés. Eles acreditavam que o local correto de adoração a Deus era no monte Gerizim, em Samaria, não no templo de Jerusalém. Os judeus desprezavam os samaritanos, porque distorciam as Escrituras.

Veja também: quem era a mulher samaritana?

Jesus e os samaritanos

No tempo de Jesus, os judeus evitavam todo contato com os samaritanos, que consideravam impuros (João 4:9). Mas Jesus conversava com samaritanos e lhes proclamava o evangelho sem preconceito. Muitos samaritanos creram em Jesus (João 4:39-41).

Jesus explicou aos samaritanos que o importante não era o local de adoração a Deus. O mais importante era adorar a Deus em espírito e em verdade (João 4:21-24). Ele mostrou que o evangelho é para todos: judeus, samaritanos e pessoas de todos os povos e culturas.

Veja aqui: o que Deus diz sobre racismo?

Na parábola do bom samaritano, Jesus mostrou que devemos amar a todos, sem olhar as aparências. Na história, os “bons judeus” não ajudaram seu próximo que estava ferido mas o samaritano, que deveria ser seu inimigo, cuidou dele (Lucas 10:31-34).