Quem era a mulher samaritana?

A mulher samaritana foi uma senhora que conversou com Jesus sobre a verdadeira adoração. Ela se converteu quando Jesus lhe revelou que ele era o Messias. A Bíblia não diz qual era o nome da mulher samaritana.

Jesus se encontrou com a mulher samaritana junto ao poço de Jacó, quando estava passando pela região de Samaria (João 4:4-6). Era meio-dia e os discípulos de Jesus tinham ido à cidade para comprar comida. A mulher samaritana veio para tirar água do poço e Jesus lhe pediu um pouco de água.

A mulher samaritana ficou surpresa, porque os judeus não se davam bem com os samaritanos. Então Jesus lhe explicou que ele tinha água viva, que tirava a sede para sempre e dava a vida eterna (João 4:13-14). Intrigada, a mulher samaritana lhe pediu para lhe dar essa água.

Veja aqui: quem eram os samaritanos?

Jesus colocou a mulher samaritana à prova e lhe disse para ir buscar seu marido. Ela respondeu que não tinha marido e Jesus revelou que sabia que ela tinha tido cinco maridos e estava morando com outro homem com quem não era casada (João 4:16-17). Ela ficou surpreendida e reconheceu Jesus como um profeta.

Vendo que Jesus tinha autoridade vinda de Deus, a mulher samaritana lhe perguntou qual era o lugar certo para adorar a Deus. Jesus respondeu que o local físico de adoração não é o mais importante. Os verdadeiros adoradores adoram em espírito e em verdade. Ele lhe revelou que ele era o Messias, o salvador prometido (João 4:25-26).

Veja também: o que a Bíblia ensina sobre adoração?

Quando os discípulos voltaram da cidade ficaram surpresos porque Jesus estava conversando com uma mulher (outra coisa que não era socialmente aceitável nesse tempo). A mulher deixou seu cântaro e voltou para a cidade, contando a todos sobre Jesus. Ela convenceu muitos samaritanos a ir para ouvir Jesus falar. Por causa disso, muitos dessa cidade se converteram (João 4:39-41).

A Bíblia não fala mais nada sobre a mulher samaritana.

O que a mulher samaritana nos ensina?

A mulher samaritana nos ensina que:

  • Deus ama todos – Jesus não se deixou influenciar pelas atitudes negativas do seu tempo contra outros povos; Jesus não rejeita ninguém
  • Jesus vem para salvar – em vez de condenar a mulher samaritana por seus relacionamentos falhados, Jesus lhe mostrou o caminho da salvação
  • A verdade é acessível – Jesus explicou uma grande verdade a uma mulher comum, de uma forma que ela entendia; todos podemos conhecer a verdade
  • O testemunho é importante – a mulher samaritana não usou um discurso muito eloquente para convencer o povo sobre Jesus; ela apenas contou sua experiência e os convidou a conhecer Jesus