O que significa ser uma pessoa segundo o coração de Deus, como Davi?

Uma pessoa segundo o coração de Deus é alguém compromissado, obediente, fiel à vontade e propósito de Deus. A Bíblia relata que Davi foi considerado “um homem segundo o coração de Deus”. Porém, era apenas um modelo com falhas. Da descendência de Davi, nasceu Jesus, O Filho de Deus, nosso exemplo perfeito. Cristo veio nos ensinar como ser pessoas segundo o coração de Deus.

Um homem segundo o coração de Deus

Em Atos dos Apóstolos temos a referência bíblica acerca desta expressão: "homem segundo o coração de Deus":

Depois de rejeitar Saul, levantou-lhes Davi como rei, sobre quem testemunhou: ‘Encontrei Davi, filho de Jessé, homem segundo o meu coração; ele fará tudo o que for da minha vontade’.
Atos 13:22

Esse trecho faz referência às passagens de 1Samuel 13:13-14 e 1 Samuel 16:1-12, as quais explicam a escolha de Deus por Davi.

Nestes textos bíblicos, Saul foi rejeitado por Deus pela sua atitude reprovável. Deus anuncia através do profeta Samuel que Ele não seria mais rei sobre Israel. Deus escolheu um outro homem em seu lugar. Alguém que tinha um coração tratável e fiel.

Davi: alguém comum e amado por Deus

Samuel foi então à casa de Jessé, porque o Senhor ordenou que ungisse um de seus filhos para ser o futuro rei de Israel. Samuel avaliou mal, julgando que Eliabe, o irmão mais velho de Davi poderia ser o escolhido, mas Deus lhe ensinou uma preciosa lição nesse dia: o Senhor vê o coração e não a aparência!

Imagem de um coração fundo - Versículo 1 Samuel 16:7b " O Senhor não vê como o homem vê. O homem vê o exterior mas Deus vê o coração.

Porém o Senhor disse a Samuel: — Não olhe para a sua aparência nem para a sua altura, porque eu o rejeitei. Porque o Senhor não vê como o ser humano vê. O ser humano vê o exterior, porém o Senhor vê o coração.
1 Samuel 16:7

Mesmo Davi sendo um rapazinho franzino, o caçula dos irmãos, pastor de ovelhas, talvez até um pouco esquecido lá no campo, Deus conhecia a sinceridade do seu coração.

Homem de valor: crê e age pela fé

Ao lermos 1 Samuel 17, percebemos que Davi cria nas promessas do Senhor. Naquele tempo, havia guerra entre os israelitas e os filisteus. Nessa ocasião Golias, um gigante filisteu, desafiou um homem para lutar com ele. Ainda que sem experiência e pouca idade, Davi aceitou lutar contra Golias.

Davi acreditava que o mesmo Deus que já o havia ajudado a vencer um leão e um urso, também seria com ele no embate contra o gigante. Em nome de Deus e para Sua glória, ele poderia vencer! Novamente, aos olhos humanos, o pequeno Davi não tinha hipótese alguma de vencer, mas venceu! E, não porque era forte, mas por acreditar na força do Senhor!

Uma pessoa segundo o coração de Deus é fiel aos seus princípios (não tenta ganhar vantagem ilicitamente)

Davi teve várias oportunidades de matar Saul, o seu perseguidor, mas, não o fez! Em alguns momentos, até por legítima defesa poderia ter feito, mas preferiu esperar o tempo de Deus para assumir o reino. Na verdade, Davi acreditava na promessa do Senhor de que ele seria rei, por isso, teve paciência. Ele não “deu um jeitinho” para conseguir o que queria, nem agrediu uma autoridade ungida pelo Senhor (1 Samuel 24:1-6). Apenas esperou o momento certo, o tempo do Senhor.

Alguém que ora constantemente e vive guiado pelas orientações de Deus

Como guerreiro e rei, Davi sempre consultava o Senhor e pedia sua direção nos assuntos do reino. Ele sempre pedia ajuda para ter a vitória e, quando Deus lhe mostrava o caminho a seguir, Davi sempre vencia (1 Crônicas 14:10-17).

Um coração que se arrepende dos seus erros e procura converter-se para Deus

Davi não era perfeito. Ele vacilou algumas vezes quando agiu sem a direção de Deus. Apesar dos seus graves pecados, ele reconhecia seus erros e confessava-os! Talvez o seu pecado mais conhecido, foi quando Davi desejou a mulher de Urias, um de seus homens próximos e de confiança. Neste episódio, Davi além de adulterar, ainda mandou colocarem Urias na frente de batalha, a fim de que fosse morto em combate.

Mas o Senhor enviou o profeta Natã, para Davi ser confrontado com a brutalidade do seu pecado. Ele, reconheceu isso e, humildemente se arrependeu. O livro dos Salmos apresenta um registro desse momento de quebrantamento da vida de Davi Salmos 51 .

Ser uma pessoa segundo o coração de Deus implica assumir uma posição de submissão a Deus e à sua vontade. Implicar ter uma vida de obediência, humildade e verdade tal como observamos na vida de Davi.

Alguém comum, mas genuíno e sincero

Davi era alguém como qualquer outro, não tinha nada de extraordinário. Pela graça de Deus, foi escolhido para reinar. Mas o que Davi tinha relevante e genuinamente seu, era o seu amor sincero e sua busca pelo Senhor. Tal como Davi, todos os filhos do Senhor podem buscar agradar a Deus com sinceridade e verdade.

Mas vem a hora — e já chegou — em que os verdadeiros adoradores adorarão o Pai em espírito e em verdade. Porque são esses que o Pai procura para seus adoradores.
João 4:23

Deus conhece o coração do homem

A chave principal para nos tornarmos pessoas segundo o coração de Deus são as nossas atitudes em relação ao Senhor.
Tal como Davi podemos pedir ao Senhor:

Cria em mim, ó Deus, um coração puro, e renova em mim um espírito reto.
Salmos 51:10

Mesmo sendo falhos e pecadores, nós também podemos permitir que Deus molde os nossos corações da forma que lhe agrade. Seguir sendo dependentes do Senhor como filhos amados ao seu Pai. Manter intimidade e comunhão com Deus, e Ele nos conduzirá:

Que o Senhor conduza o coração de vocês ao amor de Deus e à perseverança de Cristo.
2 Tessalonicenses 3:5

Observar a vontade de Deus expressa na Sua Palavra também é fundamental para caminhar agradando a Ele. Amar as Escrituras e buscar nelas como melhor conhecer e agradar ao Senhor, deve ser o alvo do seu povo. No entanto, todos sabemos que isso é uma decisão é pessoal. O Senhor moldará nosso interior dia após dia, para assim Lhe agradarmos mais.

um coração vermelho destacado dentre muitos corações pretos - Atos 13:22 - Davi um homem segundo o meu coração...

Ir em busca do coração de Deus

Como já vimos, o que foi de grande distinção na vida de Davi em relação a outros, foi sua grande sede de buscar a Deus, obedecendo a Sua vontade.
Buscar a Deus de todo coração, como ele fez, implica em algumas decisões:

  • Respeitar com seriedade a vontade do Senhor. Davi cumpria confiando e obedecendo as instruções do Senhor fielmente.
  • Dependência total da ajuda divina. Davi confiava que suas vitórias vinham de Deus.
  • O arrependimento é outro ponto-chave. Como vimos, a sinceridade de Davi ao confessar suas falhas é algo notório. Quando foi confrontado por causa de seu pecado, demonstrou integridade e humildade admitindo seu erro. Ele sabia da importância do arrependimento verdadeiro, o que contribuía para ajustar sua conduta de vida.
  • Davi era perseverante. Sempre que derrubado, ele se levantava. A sua persistência é evidente, mesmo em meio a lágrimas, na derrota, dor ou no sofrimento. Por causa dessa atitude, ele nunca desistiu de buscar ao Senhor!

Jesus disse em Mateus 6:21, que o coração estará centrado naquilo que é valioso para o homem. Assim, podemos traçar um paralelo através da vida do rei Davi: certamente ele demonstrava ter um coração firme no Senhor.

Além de Davi, e muito superior a ele, temos o nosso melhor exemplo num descendente seu: Jesus Cristo. Ele agradou ao Pai em tudo, sendo o homem perfeito em todos os Seus caminhos. Jesus, sendo da linhagem de Davi, é o Rei que cumpriu fielmente toda a vontade do coração de Deus. Sigamos os Seus passos!

Os nossos desejos (vontades do nosso coração) irão determinar nosso caráter, estilo de vida e escolhas. Vale a pena refletir e verificar se desejamos realmente agradar mais a Deus, buscando as “coisas do alto”. Para isso, precisamos de um bom modelo: temos que conhecer e ser mais semelhantes a Jesus Cristo.

Ser alguém segundo o coração de Deus é ser mais parecido com Jesus Cristo!

Leia mais: