Como experimentar a boa, agradável e perfeita vontade de Deus?

Para experimentar a vontade de Deus, é essencial que se tenha uma mente renovada.

Em um mundo tão caótico, e aparentemente injusto, é extremamente natural se perguntar qual é a vontade de Deus e como devemos alcançá-la. A vontade de Deus se encontra com a nossa vontade? Seria possível que nós, pecadores, possamos ter a mesma vontade de Deus?

Veja como os salmistas clamam por realizar a vontade de Deus:

Tenho grande alegria em fazer a tua vontade,
ó meu Deus;
a tua lei está no fundo do meu coração.
Salmos 40:8

Ensina-me a fazer a tua vontade,
pois tu és o meu Deus;
que o teu bondoso Espírito
me conduza por terreno plano.
Salmos 143:10

Como experimentar a vontade de Deus?

O apóstolo Paulo dá uma instrução muito valiosa acerca da vontade de Deus:

Não se amoldem ao padrão deste mundo, mas transformem-se pela renovação da sua mente, para que sejam capazes de experimentar e comprovar a boa, agradável e perfeita vontade de Deus.
Romanos 12:1-2

Segundo esse versículo, a chave para experimentar a boa, agradável e perfeita vontade de Deus é através da transformação e renovação da mente. Esse é o processo de deixar para trás o padrão deste mundo, deixar de viver e pensar como antes de conhecer Cristo.

Paulo, em Efésios, demonstra que quem rege este mundo decaído é o Diabo (Efésios 2:1-2), e viver segundo seus padrões é viver totalmente entregue ao pecado.

Além disso, em Romanos o apóstolo deixa claro que a servidão ao pecado nos deixa em um estado mental reprovável:

Além do mais, visto que desprezaram o conhecimento de Deus, ele os entregou a uma disposição mental reprovável, para praticarem o que não deviam.
Romanos 1:28

A partir disso, é notável que o cristão deve passar por um processo de renovação de mente, para que dessa forma possa abandonar a vida de pecado e abraçar uma vida de santidade. Na vida de santidade, certamente estará experimentando a boa, agradável e perfeita vontade de Deus.

Veja também O que significa buscar em primeiro lugar o Reino de Deus.

Qual é a vontade de Deus?

Entender qual é, exatamente, a vontade de Deus é algo bem obscuro, mesmo a luz das Escrituras. Diversos versículos falam acerca da vontade de Deus, mas nenhum deles é absolutamente definitivo, de uma maneira que englobe todos os aspectos da vida.

Por exemplo, veja o texto abaixo:

Mas, ao partir, prometeu: "Voltarei, se for da vontade de Deus". Então, embarcando, partiu de Éfeso.
Atos dos Apóstolos 18:21

Nesse texto entendemos que a vontade de Deus é algo expresso através do tempo e das circunstâncias. Basicamente, o futuro está nas mãos de Deus.

Agora neste próximo exemplo, as coisas são diferentes:

A vontade de Deus é que vocês sejam santificados: abstenham-se da imoralidade sexual.
1 Tessalonicenses 4:3

Nesse texto a vontade de Deus é algo bem clara, santidade. Aqui o texto aponta para a conduta das pessoas, não para as circunstâncias a sua volta.

Dessa forma, devemos ter temor em afirmar qual é a vontade de Deus. Algo sabemos com certeza, Deus espera de seus filhos que ajam de acordo com seus preceitos, igual o primeiro salmista citado clama (Salmos 40:8). A vontade de Deus para a nossa conduta está na sua Palavra.

Já a vontade de Deus para o futuro é um mistério, algo que cabe somente a Ele. Mas enquanto caminhamos na jornada da vida, devemos viver segundo seus padrões, para termos certeza que estamos vivendo segundo sua vontade.

Veja também Como saber se Deus está falando comigo.