O que a Bíblia fala sobre injustiça?

Deus não se alegra com a injustiça. A Bíblia mostra que todo pecado é injustiça. Todo crente deve se dedicar à justiça rejeitando toda forma de injustiça em sua vida.

Como a palavra indica, injustiça é o contrário de justiça. A justiça é tudo que é certo e apropriado, logo injustiça é aquilo que é errado ou inapropriado. Por exemplo, injustiça tanto é cometer um crime quanto aplicar uma pena excessiva pelo crime.

Deus é perfeitamente justo. Ele não tolera a injustiça (Salmos 5:4). Em tudo que Ele faz, até mesmo nos castigos que aplica, Deus é sempre justo. Em Sua ira, Deus nunca comete injustiça.

Quem comete pecado comete injustiça, porque quebra as regras justas de Deus. Por isso, o pecado merece castigo. No entanto, em Sua justiça Deus também é misericordioso. Ele oferece uma segunda oportunidade a todo aquele que se arrepende e crê em Jesus (1 João 1:9). Quem se converte começa um compromisso com Deus e com Sua justiça.

Quem ama não quer cometer injustiça. O verdadeiro amor se revela no compromisso com a verdade e a justiça (1 Coríntios 13:6).

Leia aqui mais: Deus é justo?

Como combater a injustiça?

A Bíblia diz que aqueles que anseiam pela justiça serão satisfeitos (Mateus 5:6). A melhor forma de combater a injustiça é vivendo de maneira justa. Isso significa obedecer a Deus.

Ao longo de nossas vidas seremos confrontados muitas vezes com a escolha entre a justiça e a injustiça. Essa escolha poderá aparecer na forma de uma oportunidade de suborno, de fraude fiscal ou simplesmente de mentir para ganho próprio. O mundo oferece muitas tentações para se cometer injustiça. Nessas horas, precisamos lembrar que Deus não fica feliz com a injustiça. Escolher fazer o que é certo nem sempre é fácil mas é o melhor caminho (Romanos 2:6-8).

Nosso exemplo pessoal é importante e poderá motivar mais pessoas a abandonarem a injustiça. Também podemos ensinar aqueles que estão ao nosso cuidado (filhos, alunos, amigos...) a escolherem a justiça. Assim, estaremos combatendo ativamente a injustiça no mundo.

Além disso, quando temos a oportunidade e a autoridade, devemos confrontar a injustiça (Provérbios 31:9-10). Entre nossos pares e aqueles sobre quem temos autoridade, temos poder para impedir e corrigir a injustiça.

Descubra aqui: o que é a couraça da justiça?

Como reagir quando alguém comete injustiça contra nós?

O primeiro impulso quando sofremos injustiça é procurar vingança. Mas a Bíblia diz que a ira do homem não produz a justiça de Deus (Tiago 1:19-20). Podemos buscar meios legítimos para restabelecer a justiça mas não devemos agir com ira e ódio. Isso apenas provocará mais injustiça.

Quando alguém comete injustiça contra nós, precisamos primeiro reconhecer a injustiça e trazer a situação para Deus. Ele é quem tem todo direito de fazer justiça. Quando entregamos o assunto a Deus, precisamos perdoar a ofensa, para que o rancor não cause mais destruição (Romanos 12:19).

Veja também: como posso perdoar?

Isso não significa que a pessoa que cometeu a injustiça deve escapar sem punição. Se a injustiça foi um crime, temos o direito de levar o assunto ao tribunal. Em outros casos, também podemos confrontar a pessoa, explicando que aquilo que fez foi errado. No entanto, em algumas situações, não temos a oportunidade de endireitar as coisas. Mesmo assim, podemos descansar seguros que Deus sempre faz justiça.