O que a Bíblia diz sobre jejum?

Na Bíblia o jejum não aparece como um mandamento mas é assumido como prática normal do cristão. Deve ser voltado para Deus, não para o reconhecimento dos outros.

O que é jejum?

Jejuar é não comer e/ou não beber durante um certo período de tempo. Também pode ser acompanhado por outros atos de renúncia, como abstinência de relações sexuais (1 Coríntios 7:5). O jejum aparece na Bíblia como uma coisa boa, ligada sempre à oração.

O cristão deve jejuar?

Sim, se sentir que é de Deus. Não tem de ser um jejum muito longo nem uma prática regular. O importante é seguir a direção de Deus e aproveitar o tempo para orar. Você não deve jejuar só por se sentir pressionado ou para parecer religioso. Deus não quer isso. O jejum deve ser uma coisa privada, só conte se for preciso (Mateus 6:16-18).

Por que jejuar?

Para ficar mais próximo de Deus

Esta é a razão principal para jejuar, todas as outras são secundárias (Zacarias 7:5). Jejuar é uma forma de adorar a Deus e de o escutar melhor.

Para se controlar

Desfrutar da comida é bom mas não devemos ser dominados por ela (1 Coríntios 6:12). Jejuar ajuda a pôr o corpo debaixo da autoridade de Deus.

Para libertação e milagres

Jejuar e orar ajuda a vencer batalhas espirituais, porque estamos mais ligados espiritualmente a Deus nessa altura. Por exemplo, Ester, antes de falar com o rei para resolver um problema que parecia impossível, convocou um jejum de três dias (Ester 4:15-17).

Para obter respostas

Em Atos do Apóstolos 13:2-3, Deus falou com as pessoas enquanto jejuavam. Quando jejuamos e oramos Deus pode revelar-nos coisas úteis ou importantes.

Para mostrar tristeza e arrependimento

Quando o povo de Nínive ouviu o profeta Jonas e se arrependeu, foi proclamado um jejum para pedir perdão a Deus e consertar as coisas (Jonas 3:5-9).

Leia aqui: como fazer o jejum de Daniel?

Como jejuar?

A Bíblia dá exemplos de três tipos de jejum:

  1. Jejum normal – não comer nada, só beber água. Este é o tipo de jejum mais normal, que Jesus fez no deserto (Mateus 4:1-2 só diz que não comeu e que teve fome, não que teve sede).
  2. Jejum total – este é o mais radical, que só aconteceu em situações extremas, como o caso de Ester, e nunca por mais de três dias.
  3. Jejum parcial – durante três semanas Daniel não tomou vinho, carne ou coisas saborosas (Daniel 10:2-3). É o mais recomendado para pessoas com algum impedimento para fazer um jejum normal, como trabalho muito pesado ou problemas de saúde.

Veja também: quantos tipos de jejum existem na Bíblia?

Recomendações:

  • Se você não está acostumado a jejuar, comece com um jejum pequeno (meio dia). Vai aumentando o tempo aos poucos e de acordo com o que sentir que é a vontade de Deus.
  • Se você pode, aproveita o tempo da refeição para orar.
  • Para diminuir efeitos negativos, alguns dias antes de jejuar, pare de beber café ou chá.
  • Não coma muito antes de começar o jejum.
  • Beba água com frequência.
  • Se você se sentir um pouco tonto ao fazer movimentos, mexa-se mais devagar.
  • Não quebre o jejum com comida muito pesada ou gordurosa.
  • Se você sentir de Deus que deve parar, então pare.
  • Se você tem problemas de saúde, procure uma opinião médica antes de decidir se vai jejuar.

Veja aqui mais sobre como fazer jejum e oração.