O que é libertinagem?

Libertinagem é abusar da liberdade, fazendo coisas erradas e irresponsáveis. O libertino não reconhece limites nem regras e usa sua liberdade para pecar. Libertinagem parece liberdade mas na verdade escraviza.

Libertinagem é uma revolta contra as regras. Existem regras que escravizam e sufocam mas também há regras muito importantes, que nos protegem. O libertino rejeita todas as regras e vive satisfazendo todos os seus desejos sem se preocupar com as consequências.

A libertinagem é muito perigosa. A pessoa pensa que é livre mas está sendo escravizada pelo pecado. Uma vida de libertinagem pode ter muitas consequências negativas:

  • Dívidas
  • Relacionamentos destruídos
  • Doenças
  • Morte

Essas coisas acontecem porque o libertino não reconhece que todas as ações têm consequências. Iludido, ele pensa que pode fazer tudo que quer e não vai acontecer nada.

Veja também: o que é fornicação?

Libertinagem na Bíblia

A Bíblia diz que a libertinagem é uma obra da carne (Gálatas 5:19). Quem vive na libertinagem ainda vive no pecado. Uma vida dedicada a Jesus e guiada pelo Espírito Santo não dá lugar à libertinagem.

Quem vive na libertinagem está preso pelo pecado e não consegue se libertar. Jesus nos liberta da escravidão do pecado. Essa é a verdadeira liberdade (Romanos 6:17-18). Quem aceita Jesus como seu salvador fica livre da condenação e não precisa viver mais no pecado.

Um dos frutos do Espírito é o domínio próprio. Devemos usar nossa liberdade para servir a Deus, rejeitando os desejos pecaminosos que surgem (Gálatas 5:13). Obedecendo às regras de Deus encontramos verdadeira paz e alegria, que não encontramos na libertinagem.

Algumas pessoas usam a liberdade em Jesus como uma desculpa para a libertinagem (Judas 1:4). Pensam que Deus não se importa com o pecado e podem fazer tudo que querem, mesmo se for errado. Mas Deus odeia o pecado e não tolera abusos. Continuar na libertinagem e no pecado é gozar com o sacrifício de Jesus na cruz (Hebreus 10:26-27).