O que é o Judaísmo? Quem são os judeus?

O Judaísmo é a religião dos descendentes de Abraão. Os judeus acreditam em um único Deus, que escolheu o povo de Israel e lhe revelou Sua lei. O Judaísmo não aceita Jesus como o Messias, o Filho de Deus.

O Judaísmo se baseia naquilo que os cristãos chamam de Velho Testamento. Tal como no Cristianismo, o Judaísmo ensina que as Escrituras são de inspiração divina, foram dadas por Deus. Eles dividem as Escrituras em:

  • Torá – os primeiros cinco livros da Bíblia, que são o núcleo de toda a fé judaica
  • Escritos – os livros que traçam a história do povo judeu
  • Profetas – livros de profecias

Os judeus não aceitam o Novo Testamento, porque não acreditam que Jesus é o Messias prometido por Deus no Velho Testamento.

Veja aqui: o que é a Torá?

Um judeu é um descendente de Abraão ou alguém que se converteu ao Judaísmo. Os homens judeus são circuncidados no oitavo dia de vida ou quando se convertem (Gênesis 17:10-11). Aos doze anos, o judeu tem uma cerimônia de entrada na vida adulta, assumindo o compromisso de seguir a fé judaica, chamado bar mitzvah.

Em que os judeus acreditam?

Os judeus acreditam em:

  • Um único Deus – que criou o mundo e tudo que existe; Ele se revelou ao mundo ao longo da História e só Ele deve ser adorado; não existem outros deuses
  • A eleição do povo judeu – Deus escolheu Abraão e seus descendentes (os judeus) para serem Seu povo especial, separado para fazer Sua vontade – Gênesis 12:1-3
  • A Lei de Moisés – Deus deu um conjunto de regras a Moisés para o povo judeu praticar; essas regras ajudam a ser puro e a se afastar do pecado
  • A vinda do Messias – Deus enviará um salvador, que irá restaurar Israel e estabelecer justiça por toda a terra

A maioria dos judeus também acredita no Talmude, um conjunto de regras e interpretações da Lei de Moisés que durante muito tempo foram ensinados por tradição oral. Os judeus acreditam que Moisés recebeu essa informação adicional de Deus no monte Sinai e a transmitiu oralmente aos judeus.

Um judeu fiel à sua religião obedece às restrições alimentares do Antigo Testamento, como não comer carne de porco nem sangue, e não trabalha no sábado. Também participa de várias festas religiosas ao longo do ano, como a Páscoa, a Festa dos Primeiros Frutos, o Dia da Expiação, a Festa das Cabanas e o Purim.

Descubra aqui: o que é a Páscoa judaica?

O Judaísmo e a Bíblia

Sem Jesus, o Judaísmo está incompleto. Deus escolheu Abraão e seus descendentes como Sue povo especial e prometeu abençoar todos os povos da terra por meio deles. Isso aconteceu quando Jesus veio. Agora todo aquele que aceita Jesus como salvador é herdeiro da bênção de Abraão (Gálatas 3:7-9).

Veja também: Jesus era judeu?

Deus deu a Lei a Moisés para mostrar que quem teme a Deus tem uma vida diferente e se esforça para não pecar. Mas o cumprimento das regras não é suficiente para se salvar. Todos pecamos e o preço do pecado é a separação de Deus e a morte. Ninguém consegue pagar o preço através de boas obras. Mas Jesus pagou o preço, quando morreu e ressuscitou. Agora não precisamos mais de rituais de purificação do pecado. Jesus nos purifica (Hebreus 10:10-12).

Jesus cumpriu todas as profecias sobre o Messias mas muitos judeus não quiseram aceitar, porque sua interpretação das profecias era diferente. Mas Deus não rejeitou os judeus (Romanos 10:1-4). Devemos orar pelos judeus, para que entendam o evangelho e encontrem em Jesus aquilo que falta em sua religião.

Descubra o que a Bíblia diz sobre outras religiões. Veja aqui: o que é o Islamismo?