O que significa "que ele cresça e eu diminua"?

A expressão “que ele cresça e eu diminua” significa que devemos pôr Jesus em primeiro lugar em nossa vida, não a nós mesmos. Glorificar Jesus é muito mais importante que procurar glória pessoal. Deixar Jesus crescer e nós diminuirmos não é anular nossa identidade individual, mas sim mudar nossas prioridades.

Foi João Batista que disse “é necessário que ele cresça e eu diminua”, sobre seu ministério e o ministério de Jesus (João 3:30). Os discípulos de João Batista queriam saber a opinião dele sobre Jesus, porque o ministério de Jesus estava tendo mais sucesso que o ministério dele. João Batista explicou que era exatamente isso que precisava acontecer.

João tinha sido enviado para preparar o caminho para Jesus e, agora que Jesus tinha começado seu ministério, o trabalho de João estava completo. Os discípulos agora deveriam seguir Jesus. João Batista era como o amigo do noivo, que o servia e não era o alvo principal da atenção (João 3:27-29). O ministério de João Batista precisava diminuir para dar lugar a Jesus.

Veja aqui a história de João Batista.

Que ele cresça...

Todos precisam ouvir sobre Jesus! Quando alguém se converte, o ministério de Jesus cresce. Nosso grande objetivo deve ser contar as boas notícias sobre Jesus para todas as pessoas, para que cada vez mais pessoas conheçam Jesus e o Reino de Deus cresça.

Nas nossas vidas individuais, devemos procurar conhecer Jesus cada vez mais. Ele precisa ser o centro de cada área de nossas vidas. Quanto mais buscamos a Jesus e nos submetemos a ele, mais Jesus cresce dentro de nós (Gálatas 2:20).

Veja também: o que é o Reino de Deus?

… E eu diminua

Quantas vezes procuramos glória, fama, louvor para nós próprios! Mas esse não deve ser nosso objetivo principal. Não há nada de errado em ser conhecido e admirado mas, em tudo, Jesus deve receber a maior glória (Salmos 115:1).

João Batista foi famoso e teve muitos seguidores. Mas tudo que ele dizia e fazia apontava para Jesus. João não pregava por causa da fama nem pelo privilégio. Ele trabalhava para que Jesus recebesse a glória. Por isso, quando Jesus começou a ter mais seguidores, João Batista não sentiu inveja mas ficou feliz. Seu grande sonho estava se cumprindo!

Descubra aqui: o que Deus diz sobre o sucesso?

“Que ele cresça e eu diminua” significa uma mudança de prioridades. Em vez de nos preocuparmos com a nossa própria glória, procuramos a glória de Jesus. Assim, quer sejamos muito conhecidos e admirados, quer tenhamos um trabalho discreto, encontraremos sempre satisfação em ver a glória de Jesus crescer (1 Coríntios 10:31).

Diminuir nos livra do medo de perdermos nossa alegria. Não temos mais a pressão de lutar por glória pessoal, que desaparece tão facilmente. Podemos nos alegrar com o sucesso de outras pessoas, sem nos sentirmos ameaçados. Nós falhamos mas sabemos que a glória de Jesus vai continuar a crescer, de todas as formas!