Quem eram os publicanos na Bíblia?

Os publicanos eram cobradores de impostos para o império romano. Eles eram desprezados pelo povo porque muitos eram corruptos. Jesus foi criticado por conviver com publicanos.

Os publicanos cobravam impostos aos seus compatriotas para o mantimento do império romano. Os impostos do império eram pesados e os publicanos muitas vezes cobravam demais, enriquecendo à custa da miséria do povo. Os judeus, que não gostavam do domínio romano, sentiam-se traídos pelos publicanos.

Os publicanos tinham uma reputação muito ruim. O publicano era conhecido como ladrão, avarento, sem coração. Os fariseus e outros religiosos se recusavam a conviver com publicanos, para não serem contaminados.

Jesus e os publicanos

Jesus nunca rejeitou ninguém que quisesse segui-lo. Jesus não sentia repugnância pelos publicanos; ele via que eram pessoas que precisavam muito da salvação. Por isso, ele fazia amizade com publicanos, visitava suas casas e até comia com eles. Jesus não aprovava de sua conduta mas ele oferecia perdão e uma chance para mudarem de vida (Mateus 9:11-13).

Jesus uma vez contou uma parábola sobre um publicano e um fariseu. O fariseu agradeceu a a Deus por ser muito melhor e “mais santo” que o publicano. Mas o publicano reconheceu que era pecador e pediu perdão. Deus perdoou o publicano arrependido mas não o fariseu arrogante (Lucas 18:13-14).

Veja também: quem eram os fariseus e saduceus?

Alguns publicanos se tornaram seguidores de Jesus. Mateus, um dos apóstolos era publicano (Mateus 10:2-3). Zaqueu, o chefe dos publicanos, também se converteu. O povo ficou escandalizado porque Jesus comeu na casa de um “pecador”. Mas Zaqueu prometeu dar metade de seus bens aos pobres e devolver quatro vezes mais a qualquer pessoa que tivesse extorquido. - Veja a história de Zaqueu aqui.