Quem foi Balaão?

Balaão foi um adivinho contratado para amaldiçoar Israel mas que acabou por abençoar o povo. Balaão recebeu profecias de Deus mas ele tentou fazer mal aos israelitas. Balaão ficou conhecido por aceitar fazer mal ao povo de Deus por dinheiro.

Balaão e a jumenta

Antes de entrar na terra prometida, o povo de Israel derrotou alguns povos vizinhos e o rei Balaque ficou com medo. Por isso, ele mandou chamar Balaão para amaldiçoar os israelitas e abençoar os moabitas. Balaão era conhecido por fazer magia e as pessoas confiavam que suas bênçãos e maldições tinham poder (Números 22:4-6).

Os mensageiros deram presentes a Balaão mas Deus lhe disse que ele não deveria ir com eles, porque os israelitas não poderiam ser amaldiçoados. Balaque então enviou mais mensageiros com promessas de muitas riquezas (Números 22:15-17). Balaão consultou a Deus outra vez e Deus lhe disse que poderia ir mas deixou um aviso: só deveria fazer o que Deus mandasse.

Balaão partiu para se encontrar com Balaque mas, no caminho, Deus ficou zangado e decidiu impedir Balaão. Ele viu o coração de Balaão e sabia que tinha más intenções. A jumenta de Balaão viu o Anjo de Deus no caminho, pronto para matar Balaão, e se desviou dele duas vezes. Na terceira vez, a jumenta sentou e se recusou a seguir em frente. Zangado, Balaão bateu na jumenta. Deus abriu a boca da jumenta, que repreendeu Balaão por sua atitude (Números 22:28-30). Então Balaão viu o Anjo de Deus e prometeu fazer a vontade de Deus.

Balaão abençoa Israel

Quando Balaão chegou a Balaque, ele ofereceu sacrifícios a Deus e fez magia a favor dos moabitas. Mas, em resposta, Deus mandou abençoar Israel. Balaão transmitiu a mensagem de bênção sobre Israel a Balaque, que ficou muito zangado. Balaão repetiu os sacrifícios e a magia em outro lugar, para ver se Deus iria mudar de idéias mas a resposta de Deus foi de mais bênção para Israel (Números 23:19-21).

Na terceira tentativa de conseguir uma maldição contra Israel, Balaão ofereceu sacrifícios mas não fez magia, porque entendeu que isso não agrada a Deus. O Espírito de Deus veio sobre Balaão e ele pronunciou ainda mais bênçãos sobre Israel. Balaque, irado, mandou Balaão ir embora de mãos vazias (Números 24:10-11). Mas antes de ir Balaão profetizou sobre o grande Rei de Israel e a queda de seus inimigos.

Veja também: o que a Bíblia diz sobre profecia?

O pecado de Balaão

Balaão não conseguiu amaldiçoar o povo de Deus mas ele deu um conselho aos midianitas, que estavam juntos com os moabitas contra Israel. Ele entendeu que Israel era forte porque era fiel a Deus. Por isso, ele sugeriu que as mulheres midianitas convidassem os homens de Israel a participar de festas idólatras e imoralidade sexual. Os israelitas se deixaram seduzir e, por causa disso, Deus enviou uma praga que matou 24 mil deles (Números 31:16).

Os israelitas se arrependeram e se voltaram novamente para Deus. Israel lutou contra os midianitas e os venceu. Balaão foi morto na batalha, porque tinha tentado trazer desgraça sobre Israel (Josué 13:22).

Balaão não tinha razão para querer a desgraça de Israel. Ele era de uma terra longe de Israel. Sua única motivação era a promessa de grandes riquezas. Balaão agiu por ganância. Ele tentou manipular a Deus e trazer desgraça sobre Seu povo por causa de dinheiro! Por isso, Balaão foi castigado (2 Pedro 2:15-16).