Quem foram os reis de Israel e Judá?

Somente três reis reinaram sobre todo o povo unido de Israel. Depois os israelitas se dividiram em dois países: Judá, a sul, e Israel, a norte. Os reis de Judá eram descendentes de Davi mas os reis de Israel vieram de várias famílias e tribos diferentes.

Antes da monarquia, o povo de Israel era liderado por juízes, líderes nomeados por Deus que uniam o povo contra seus inimigos. Mas quando Samuel, o último juiz, estava idoso, os israelitas exigiram um rei, para serem como outros povos. Então Deus escolheu Saul como rei de Israel. Mas Saul desobedeceu a Deus e outro homem foi escolhido como seu sucessor: Davi.

Deus prometeu que Davi sempre teria um rei no trono (2 Samuel 7:16-17). Mas seus descendentes desobedeceram a Deus e perderam o apoio de dez das tribos de Israel. Assim, o reino ficou dividido: as tribos de Judá e Benjamim formaram o reino de Judá e se mantiveram leais à família de Davi, enquanto que as outras tribos se juntaram e formaram o reino de Israel.

O reino de Judá teve 19 reis e uma rainha ao longo de 340 anos, enquanto que o reino de Israel teve 19 reis ao longo de 200 anos. Como os reis de Israel sofriam golpes e eram depostos com alguma frequência, tinham, em média, reinados mais curtos que os reis de Judá.

Os reis de Israel e Judá, por ordem cronológica

reis de Israel

Reis do reino unido de Israel:

  • Saul - primeiro rei de Israel, desobedeceu a Deus e foi rejeitado por Ele como rei
  • Is-Bosete - filho de Saul, reinou sobre dez tribos durante sete anos, até que foi assassinado por um antigo aliado
  • Davi - nomeado por Deus como sucessor de Saul, reinou sete anos sobre Judá e 37 sobre todo Israel; Deus prometeu que sempre teria um descendente no trono
  • Salomão - filho de Davi, foi o rei mais rico e sábio de sempre; ele construiu o templo de Jerusalém

Veja aqui a história de Saul, o primeiro rei de Israel.

Reis de Israel:

  • Jeroboão I - da tribo de Efraim, se rebelou contra Salomão, depois liderou a revolta contra Roboão, tornando-se rei de dez das tribos de Israel; não seguiu a Deus e promoveu a idolatria em Israel, por isso Deus prometeu destruir sua descendência
  • Nadabe - filho de Jeroboão, durou apenas dois anos, depois foi assassinado
  • Baasa - da tribo da Issacar, matou toda a família de Jeroboão e tomou o trono; cometeu os mesmos pecados que Jeroboão
  • Elá - filho de Baasa, também foi ruim e foi assassinado depois de dois anos
  • Zinri - assassinou Elá e toda a família de Baasa; teve o reinado mais curto, de apenas sete dias
  • Onri - comandante do exército, foi proclamado rei depois que Elá foi morto e venceu todos os rivais; ele estabeleceu Samaria como a capital do reino de Israel
  • Acabe - filho de Onri, ficou famoso por ser ruim e idólatra e se casar com Jezabel, que perseguia os profetas de Deus; um profeta previu sua morte e a destruição de sua família; Acabe morreu em batalha contra o rei da Síria
  • Acazias - filho de Acabe, foi ruim como seus pais e morreu depois de uma queda
  • Jorão - filho de Acazias, foi ruim mas não tão ruim quanto seu pai; morreu junto com seu primo Acazias, rei de Judá, assassinados por Jeú
  • Jeú - comandante do exército, foi escolhido por Deus para destruir a família de Acabe; matou Jezabel, os descendentes de Acabe e os profetas de Baal, mas continuou na idolatria
  • Jeoacaz - filho de Jeú, somente procurou a ajuda de Deus quando o país estava debaixo da opressão do rei da Síria; Deus o livrou mas o exército ficou muito reduzido
  • Jeoás - filho de Jeoacaz, foi idólatra e teve muitos problemas com o rei da Síria
  • Jeroboão II - filho de Jeoás, foi idólatra mas foi usado por Deus para acabar com a opressão que os israelitas estavam sofrendo
  • Zacarias - filho de Jeroboão, foi ruim e durou apenas seis meses, depois foi assassinado por Salum
  • Salum - conspirou contra Zacarias e tomou o trono durante um mês; depois foi assassinado
  • Menaém - assassinou Salum e se tornou rei; continuou na tradição da idolatria
  • Pecaías - filho de Menaém, foi ruim e durou pouco tempo; foi assassinado por Peca
  • Peca - oficial do exército, conspirou contra Peca e se tornou rei; no seu reinado o rei da Assíria conquistou várias partes do reino de Israel; Peca também morreu assassinado
  • Oséias - último rei de Israel, foi ruim mas não tão ruim como seus predecessores; se tornou vassalo do rei da Assíria mas depois se rebelou e os assírios conquistaram Israel, deportando os israelitas

Veja também: a História de Israel - de Abraão aos dias atuais.

Reis de Judá:

  • Roboão - filho de Salomão, foi tolo e se recusou a baixar os impostos pesados; por causa disso dez tribos o rejeitaram e o país ficou dividido
  • Abias - filho de Roboão, foi um rei ruim, que não obedecia a Deus
  • Asa - filho de Abias, tinha o coração voltado para Deus; seu reinado foi marcado por guerras com o reino de Israel
  • Josafá - filho de Asa, também obedeceu a Deus e procurou reduzir a idolatria em Judá
  • Jeorão - filho de Josafá, casou com Atalia, filha de Acabe, e foi influenciado pelos reis ruins de Israel, se desviando de Deus
  • Acazias - filho de Josafá, também foi um rei ruim; ele e Jorão, rei de Israel, foram assassinados por um israelita chamado Jeú
  • Atalia - mãe de Acazias, quando soube que seu filho estava morto, matou todos os netos (menos um, que escapou) e tomou o trono; depois de sete anos foi deposta e assassinada
  • Joás - o único filho de Acazias que sobreviveu à chacina de sua avó, Joás foi proclamado rei aos sete anos, quando Atalia foi deposta; ele obedeceu a Deus enquanto o sacerdote Joiada estava vivo mas depois se desviou 
  • Amazias - filho de Joás, obedeceu a Deus mas entrou em guerra contra Israel e perdeu; morreu assassinado por conspiradores
  • Azarias/Uzias - filho de Amazias, obedeceu a Deus mas depois ficou orgulhoso e entrou numa parte do templo que era proibido, por isso ficou com lepra
  • Jotão - filho de Uzias, obedeceu a Deus e fez algumas reparações no templo de Jerusalém
  • Acaz - filho de Jotão, colocou um altar idólatra no templo de Deus e até queimou um de seus filhos como sacrifício a um ídolo
  • Ezequias - filho de Acaz, foi obediente a Deus e purificou o templo; durante seu reinado os assírios conquistaram Israel mas Deus livrou o reino de Judá
  • Manassés - filho de Ezequias, teve o reinado mais longo de todos; ele foi tão ruim que Deus prometeu destruir Judá, mas depois de uma grande derrota ele se arrependeu e se voltou para Deus; mesmo assim, não acabou com a idolatria no país
  • Amom - filho de Manassés, continuou nos pecados de seu pai e morreu assassinado
  • Josias - filho de Amom, começou a reinar com oito anos; na idade adulta restaurou o templo e promoveu a adoração a Deus, renovando a aliança entre Deus e os israelitas; foi o último rei de Judá fiel a Deus
  • Jeoacaz - filho de Josias, foi ruim e reinou apenas três meses; foi deposto pelo faraó do Egito, que colocou seu irmão no trono
  • Jeoaquim - filho de Josias, não seguiu a Deus e se tornou vassalo do rei da Babilônia; depois se rebelou e morreu enquanto o exército babilônico sitiava Jerusalém
  • Joaquim - filho de Jeoaquim, desobedeceu a Deus e durou apenas três meses; foi levado cativo para a Babilônia, onde passou o resto da vida
  • Zedequias - filho de Josias, foi colocado no trono pelo rei da Babilônia no lugar de seu sobrinho Joaquim; quando se rebelou, os babilônios atacaram e destruíram Jerusalém, deportando os judeus; Zedequias foi capturado e levado para a Babilônia; seus filhos foram assassinados

Depois do exílio na Babilônia

Depois que os judeus foram deportados para a Babilônia, a região de Israel foi dominada por vários reinos e impérios diferentes. 70 anos depois do exílio, os judeus voltaram para sua terra mas não como povo independente e não tinham rei.

Durante um curto período entre o fim do Antigo Testamento e o início do Novo Testamento, uma família conhecida como os Macabeus reinou sobre Israel, declarando independência. Eles eram de uma família de sacerdotes, não da descendência de Davi, e seu reino não durou muito tempo.

Ná época em que Jesus nasceu, havia um rei chamado Herodes que governava a região. Mas ele não era judeu. Seu poder vinha do imperador de Roma e seus descendentes no trono foram todos vassalos dos imperadores romanos.

Mas Deus não se esqueceu de sua promessa a Davi. Ele enviou Jesus como descendente de Davi para ser o salvador do mundo (Lucas 1:32-33). Assim, a descendência de Davi ficou com um rei no trono para sempre, no trono celestial.