Eutanásia em animais é pecado?

Não, eutanásia em animais não é pecado, porque a vida de um animal não é sagrada como a vida de uma pessoa. A Bíblia nos permite matar animais, desde que não seja por crueldade. Matar um animal por necessidade, de forma rápida e com o mínimo de dor não é errado.

Apenas o Homem foi criado à imagem e semelhança de Deus. Tirar a vida de uma pessoa é um pecado terrível (Gênesis 9:6).

Deus colocou o Homem para dominar sobre todas as outras criaturas da terra (Gênesis 1:28). Dominar não é ser cruel e abusar; dominar é ter autoridade e tomar conta com amor. Deus também nos deu todos os animais como alimento: podemos matar animais para comer (Gênesis 9:2-3).

Descubra aqui o que a Bíblia diz sobre a eutanásia de pessoas.

Matar sem ser cruel

A Bíblia não aprova de tratamento cruel de animais. Cada animal é criado por Deus e todo tipo de vida é um milagre. Devemos sempre ter respeito pela vida. Mas a vida animal não é igual à vida humana. Temos o direito de matar animais, quando necessário.

Ninguém tem problema em matar uma mosca ou montar uma armadilha para matar um rato. Alguns animais precisam ser mortos para manter o equilíbrio da natureza ou para evitar doenças. Muitas pessoas comem carne todos os dias. Muitos animais foram mortos na Bíblia. Matar animais de forma rápida e sem crueldade é um ato natural.

Veja também: os animais têm alma?

A dificuldade é a eutanásia de bichos de estimação. Quando ficamos muito apegados a um animal, é muito difícil tomar uma decisão sobre eutanásia. Um animal pode ser um bom amigo e lutar por sua sobrevivência é natural. Mas é importante lembrar que um animal não é uma pessoa. O animal merece nossa atenção e cuidado mas se está sofrendo muito em fase terminal, não é pecado optar pela eutanásia.