O que a Bíblia diz sobre a história de Lúcifer?

Apesar dos textos de Ezequiel 28:12-18 e Isaías 14:12-14 serem frequentemente citados como história de Lúcifer, não podemos afirmar com completa certeza.

Como você caiu dos céus, ó estrela da manhã, filho da alvorada! Como foi atirado à terra, você, que derrubava as nações!

Você que dizia no seu coração: "Subirei aos céus; erguerei o meu trono acima das estrelas de Deus; eu me assentarei no monte da assembléia, no ponto mais elevado do monte santo. Subirei mais alto que as mais altas nuvens; serei como o Altíssimo".

Isaías 14:12-14

Há interpretações do texto de Ezequiel dizendo que se encontrou maldade em Lúcifer e que este era o seu título antes do conflito com Deus. Pelas características da criação de Deus em Lúcifer, ele se corrompe e torna-se orgulhoso.

Nesta mesma linha de interpretação, no texto de Isaías, observamos que o desejo dele era estar acima de todos os outros anjos e tomar o lugar de Deus.

A Bíblia faz referência ao diabo por vários nomes. Satanás é o nome mais usado, que significa adversário.

  • “o maligno” (Mateus 13:19)
  • "o príncipe deste mundo” (João 12:31)
  • “o deus deste século” (2 Coríntios 4:4)
  • “príncipe das potestades do ar” (Efésios 2:2)

Lúcifer, porém, não é um dos nomes! Alguns estudiosos afirmam que a palavra “Lúcifer” é a tradução em latim do original que é “estrela da manhã”.

História do Diabo

Satanás provavelmente veio a existir algum tempo após a criação do mundo (Gênesis 1:31) antes de sua aparição no Jardim do Éden (Gênesis 3:1). Evidentemente Deus criou o anjo, que depois, se tornou o diabo. Podemos observar em João 8:44, uma indicação de Jesus sobre Satanás, afirmando que este era, numa determinada época, verdadeiro e puro.

Tudo o que Deus cria é bom, pois faz parte da Sua natureza (João 1:3; Colossenses 1:16; Gênesis 1:31). O apóstolo Paulo comenta: “todas as coisas criadas por Deus são boas,” (1 Timóteo 4:4). Seu caráter é totalmente puro; Nele não há trevas. (1 João 1:5; Tiago 1:13).

Não temos muita informação na Bíblia acerca da rebelião de Satanás e dos “anjos caídos”, porém ele escolheu se rebelar contra Deus! Segundo uma interpretação de Isaías 14:13, ele queria ser o próprio Deus e por isso iniciou uma revolta no céu (Apocalipse 12:7-9). Alguns estudiosos dizem que Apocalipse 12:4 é uma descrição figurativa de um terço dos anjos que escolheram segui-lo em sua rebelião, tornando-se assim “anjos caídos” (demônios).

O que significa Lúcifer

Esses demônios constituem a “tropa maligna”, emissários da morte e do engano, para corromper os homens (1 Timóteo 4:11).

O que a Bíblia ensina sobre Satanás

Independente do nome ou título (diabo, satanás, lúcifer), sabemos que existe o mal, maligno. Tem como grande objetivo, matar, roubar, destruir, enganar. (João 10:10).

Mas o texto continua mostrando que Jesus veio para nos dar vida plena. Além disso, “maior é que está em nós do que o que está no mundo” (1 Jo 4:4). E “Para isto o Filho de Deus se manifestou: para destruir as obras do Diabo” (1 Jo 3:8).