Quem é Belzebu? Qual o significado de Belzebu na Bíblia?

Belzebu era a variação do nome de um deus pagão adorado pelos os cananeus e filisteus na época do Antigo Testamento.

O nome Belzebu resulta da soma do termo Baal que significa "senhor", com o termo Zebul que significa "casa alta". A junção dos dois nomes - Baal Zebul - daria algo como: "senhor dos lugares altos", "senhor das habitações altas" ou "senhor das alturas".

Vale lembrar que Baal era um deus falso adorado pelos cananeus. Na época, muitos israelitas se desviaram e passaram a idolatrar Baal. Um exemplo foi o rei Acabe e sua esposa Jezabel (1 Reis 16:32). A Bíblia diz que Acabe foi pior rei que Israel teve (1 Reis 16:33).

Veja: Quem era Baal na Bíblia?

Apesar do nome Belzebu ter origem nas palavras Baal Zebul, no Antigo Testamento, temos a variação do nome como Baal-Zebulde, que significa "senhor das moscas" ou "senhor das pestilências". Temos referência a este nome, quando o rei Acazias - filho de Acabe - buscou se consultar com Baal-Zebulde provocando a ira de Deus (2 Reis 1:2-3).

De fato Baal Zebul e Baal-Zebulde se trata da mesma coisa, provavelmente os hebreus adotaram o uso do nome Baal-Zebulde como uma forma pejorativa de identificar o deus pagão dos cananeus.

Belzebu é um demônio?

Pelo fato do nome Baal-Zebulde - senhor das moscas - ser um termo comum no meio de Israel desde a antiguidade, o nome Belzebul ficou popularmente associado ao demônio. No entanto a Bíblia não afirma que Belzebu seja um demônio específico, na verdade a Bíblia não cita nome de nenhum demônio.

No Novo Testamento, o nome Belzebul - em grego Beelzeboul - foi utilizado como um adjetivo de satanás, que significa "príncipe dos demônios" (Mateus 12:24, Mateus 10:25 e Mateus 9:34).

A Bíblia cita nomes de muitos deuses falsos, mas na realidade eles não são demônios. Esses deuses foram construídos por homens e levam o próprio homem ao engano (Jeremias 16:20, Isaías 43:10, Salmos 96:5).

Atenção: Tudo o que não procede da Verdade provém da mentira e o Diabo é o pai da mentira (João 8:44). Satanás se aproveita do nome de falsos deuses e religiões - criados pelos homens - para disseminar o engano, a idolatria e a morte. Desta forma, ele se manifesta em nome dessas entidades com a finalidade de promover o engano e a destruição (1 Pedro 5:8 e Mateus 4:8-10).

Veja também: Quem é o Diabo? O Diabo existe?