Quem era Jezabel na Bíblia?

Jezabel - também conhecida como Jezebel - foi a esposa do rei Acabe, rei de Israel. Ela foi uma rainha muito má, que promoveu a idolatria e matou muitos profetas. Jezabel foi condenada por Elias e outros profetas.

O nome Jezabel significa “Baal exalta”, “Baal é marido” ou "onde está o príncipe?". A última expressão era popularmente dita durante os rituais de adoração a Baal.

Jezabel era uma princesa, filha de Etbaal, rei dos sidônios. Ela convenceu seu marido Acabe a adorar o deus Baal e foi responsável por promover o culto de deuses pagãos em Israel (1 Reis 21:25-26). Jezabel sustentava 850 profetas dos deuses Baal e Aserá. Esses profetas faziam rituais detestáveis, provocando a ira de Deus (1 Reis 18:18-19).

Leia aqui: quem foi Acabe?

Jezabel também tentou destruir quem era fiel a Deus. Ela mandou matar todos os profetas de Deus e poucos sobreviveram (1 Reis 18:4). Os profetas de Deus condenaram Jezabel por sua maldade e idolatria.

Jezabel não tinha escrúpulos. Quando um homem chamado Nabote se recusou a vender sua vinha a Acabe, o rei ficou amuado na cama. Então Jezabel tomou a iniciativa e conspirou para matar Nabote. Ela mandou acusar Nabote falsamente de amaldiçoar a Deus e ao rei e ele foi apedrejado. Depois da morte de Nabote, Acabe tomou sua vinha (1 Reis 21:15-16).

O espírito de Jezabel

É comum no meio cristão a associação de pessoas manipuladoras, conspiradoras ou idólatras ao termo "espirito de Jezabel". Apesar De ser um termo popular, a Bíblia não fala sobre um “espírito de Jezabel”.

Algumas pessoas cometem o equivoco de vincular ações pecaminosas como se fosse um demônio especial ou um espírito específico. Muitas das vezes o termo "jezabel" é utilizado como um adjetivo para se referir a certas ações pecaminosas.

A mentira, a idolatria e tudo o que não provem de Deus tem a sua fonte no Diabo (João 8:44). Jezabel viveu uma vida perversa e não se arrependeu de seu pecado, por isso Deus prometeu trazer desgraça sobre ela. Todo aquele que se deixa levar pelo pecado é tragado pela morte assim como foi com Jezabel (João 8:34; 1 João 3:8).

Veja aqui mais sobre o que é o espírito de Jezabel

A morte de Jezabel

Elias profetizou contra Jezabel, por causa do mal que fez a Nabote e com todos os profetas. Ele avisou que Jezabel teria uma morte sangrenta e que os cachorros iriam comer seu cadáver (1 Reis 21:23).

Descubra aqui quem foi o profeta Elias

Depois da morte de Acabe, um homem chamado Jeú se rebelou e matou o rei Jorão, filho de Jezabel. Quando Jeú chegou ao palácio, Jezabel o desafiou. Por ordem de Jeú, alguns oficiais pegaram em Jezabel e a atiraram da janela abaixo e Jeú a atropelou com seus cavalos (2 Reis 9:30-33).

Jeú entrou no palácio e comeu, depois deu ordem para sepultar Jezabel. Mas quando foram sepultá-la, só encontraram seu crânio, seus pés e suas mãos (2 Reis 9:34-35), os cães devoraram o resto. A profecia de Elias foi cumprida.

Jezabel morreu por ser cruel e idólatra. Ela tinha muita iniciativa, mas usou seus talentos de forma errada. Jezabel não se preocupava com o que é certo e errado. Ela manipulou e matou para conseguir o que queria. Era egoísta e não temia a Deus.

Veja também: 5 caraterísticas destrutivas de Jezabel

Porque os cães não comeram as mãos, os pés e a cabeça de Jezabel?

O triste fim de Jezabel foi profetizado por Elias (2 Reis 9:36-37), mas o fato dos cães terem recusado a comerem o crânio, os pés e as mãos de Jezabel têm um fator simbólico importante.

Segundo alguns estudiosos, essas partes rejeitadas apontam para a vida idolatra de Jezabel. As mãos são um membro usado para oferecer sacrifícios a outros deuses (1 Coríntios 10:19-20). Os pés são responsáveis pelo nosso deslocamento, um idolatra usa seus pés para se desviar do caminho do Senhor (Provérbios 1:16).

A cabeça representa a mente, nossos pensamentos, é a parte que comanda todo o corpo. A sobra da cabeça aponta para mente idolatra de Jezabel. Esta condição deplorável aponta para a profecia de Elias em que falava que Jezabel estaria irreconhecível (2 Reis 9:37).

Jezabel no Novo Testamento

Jezabel se tornou símbolo de crueldade, egoísmo e manipulação. Apocalipse 2:20-23 condena uma mulher chamada Jezabel, que dizia ser profetiza e que promovia a idolatria e a imoralidade sexual. Jezabel provavelmente não era o nome verdadeiro dela mas ela tinha as caraterísticas de Jezabel.

Quando as pessoas falam de “espírito de Jezabel”, significa alguém que manipula para conseguir o que quer. Essa pessoa ensina coisas erradas e desvia pessoas do evangelho, promovendo o pecado. É uma pessoa perigosa e destrutiva. Provavelmente está debaixo da influência de um demônio.

Veja também: Mulheres da Bíblia - o que podemos aprender com elas?