Quem foi Sansão?

Sansão foi um líder de Israel que ficou conhecido por sua grande força física. Ele lutou contra os filisteus, um povo que oprimia Israel, e matou muitos de seus inimigos. Sansão também ficou conhecido por sua relação com uma mulher chamada Dalila, que destruiu sua força.

Sansão viveu no tempo depois da conquista da terra prometida, quando ainda não havia rei sobre Israel. Seu pai era um homem chamado Manoá, da tribo de Dã, e sua mãe era estéril. Um dia o Anjo do Senhor visitou o casal e disse que teriam um filho que iria começar a libertar os israelitas dos filisteus. Esse menino seria nazireu – consagrado a Deus desde o nascimento. Como sinal de sua consagração, ele não poderia cortar seu cabelo (Juízes 13:3-5). O menino nasceu e foi chamado Sansão.

Descubra aqui: quem eram os filisteus?

Sansão e os filisteus

Quando já era adulto, Sansão se apaixonou por uma mulher do povo filisteu e decidiu casar com ela. Seus pais não ficaram muito felizes, porque ela era de um povo inimigo, mas organizaram o casamento para ele.

No caminho para pedir a mulher em casamento, Sansão foi atacado por um leão. O Espírito Santo veio sobre Sansão e ele rasgou o leão com suas mãos! Depois ele seguiu caminho sem contar a ninguém o que tinha acontecido (Juízes 14:5-7).

Mais tarde, quando voltou para casar com a mulher, Sansão encontrou o cadáver do leão e mel dentro do cadáver. Ele pegou no mel e o partilhou com seus pais. Mas ele não contou onde tinha encontrado o mel (comida tirada de um cadáver era impura para os judeus).

No casamento, Sansão propôs um enigma aos jovens que foram convidados. Quem perdesse teria de dar 30 mudas de roupa ao vencedor. Os jovens concordaram e Sansão disse:

"Do que come saiu comida; do que é forte saiu doçura."

Os jovens filisteus não conseguiram decifrar o enigma, então chantagearam a esposa de Sansão. Ela, por sua vez, chorou durante a festa toda, até que Sansão lhe contou a resposta do enigma (Juízes 14:15-17). Depois os jovens vieram até Sansão e lhe deram a resposta. Sansão ficou muito zangado e, para pagar a aposta, matou 30 filisteus e entregou suas roupas aos convidados!

Sansão foi para casa sem sua esposa, por isso ela foi dada a outro homem. Mais tarde, ele voltou para se reconciliar com ela mas o pai dela o impediu de se aproximar dela. Quando Sansão descobriu que ela era esposa de outro homem, ele ficou furioso e destruiu as plantações dos filisteus (Juízes 15:3-5).

Em vingança, os filisteus mataram a mulher de Sansão e seu pai. Sansão, por sua vez, se vingou matando muitos filisteus. Depois ele se escondeu. Os israelitas entregaram Sansão, bem amarrado, aos filisteus, mas Sansão partiu as cordas e matou 1000 filisteus com o osso de um jumento (Juízes 15:14-15).

Veja também: o que a Bíblia diz sobre a vingança?

Em outra ocasião, Sansão se envolveu com uma prostituta em uma cidade dos filisteus. Quando descobriram que ele estava lá, os filisteus decidiram matá-lo mas Sansão fugiu de noite, levando as portas da cidade consigo! - Juízes 16:3

Sansão e Dalila

Depois que tudo isso aconteceu, Sansão se apaixonou outra vez, por uma mulher chamada Dalila. Quando descobriram, os filisteus subornaram Dalila para descobrir o segredo da força de Sansão (Juízes 16:4-5). Dalila aceitou o desafio e perguntou a Sansão de onde vinha sua força.

Sansão mentiu para Dalila três vezes, inventando maneiras falsas para diminuir sua força. Dalila fez de tudo mas a força de Sansão continuava igual. Por isso, ela o irritou muito, não o deixando descansar até que ele contou o segredo (Juízes 16:15-16). Sansão explicou que ele era nazireu e que nunca tinha cortado o cabelo. Se seu cabelo fosse rapado, ele perderia toda sua força.

Então, enquanto Sansão dormia, Dalila chamou um homem para cortar o cabelo dele e sua força se foi (Juízes 16:18-19). Os filisteus vieram e capturaram Sansão, furaram seus olhos e o puseram na prisão. Mas, passado pouco tempo, seu cabelo começou a crescer outra vez.

Um dia os filisteus deram uma grande festa ao seu deus e trouxeram Sansão para os entreter. Havia muitos filisteus no templo, rindo de Sansão. Então ele orou a Deus, pedindo força para se vingar de seus inimigos. Deus lhe deu força outra vez e Sansão empurrou as duas colunas que sustentavam o templo. O edifício caiu e todos morreram, junto com Sansão. Nesse último ato, Sansão matou mais filisteus do que durante toda a sua vida (Juízes 16:28-30).

Apesar de seus muitos defeitos e pecados, Sansão ficou reconhecido como um herói na Bíblia. Deus usou Sansão para libertar seu povo e trazer julgamento sobre os filisteus.