O que é transubstanciação?

Transubstanciação é a doutrina católica que ensina que o pão e o vinho da Santa Ceia se tornam na carne e no sangue de Jesus. Assim, o pão e o vinho não são apenas símbolos; o crente literalmente come Jesus. A Bíblia não diz que o pão e o vinho se tornam na carne e no sangue de Jesus.

De acordo com o ensino da transubstanciação, quando tomamos a Ceia o pão e o vinho deixam de existir e se transformam na carne e no sangue de Jesus. O que está lá é o corpo real de Jesus, mas ainda com a aparência exterior de pão e vinho.

Segundo a Igreja Católica, na Ceia (ou Eucaristia) o padre fala com a autoridade de Jesus, dizendo “este é meu corpo” e “este é meu sangue”. Nesse momento o pão e o vinho se transformam na carne e no sangue de Jesus. Assim, Jesus está fisicamente presente no lugar dessa comida, sendo sacrificado novamente por nós. Por isso, o pão e o vinho podem ser adorados porque agora são Jesus.

Descubra aqui: o que é consubstanciação?

O que a Bíblia diz sobre transubstanciação?

A Bíblia nunca diz que os elementos da Santa Ceia se tornam realmente no corpo de Jesus. O objetivo principal da Ceia é lembrar o sacrifício de Jesus e mostrar que cremos nele. Quando tomamos a Ceia declaramos que somos salvos pelo sacrifício de Jesus na cruz e que todos somos parte do corpo de Jesus, a Igreja.

Veja aqui: qual o significado da Santa Ceia?

Se alguém é salvo, Cristo já vive dentro dele. Quando duas ou três pessoas se reúnem no nome de Jesus, ele já está presente lá (Mateus 18:20). Não é preciso literalmente comer a carne e o sangue de Jesus para O receber dentro de nós.

Jesus disse que o pão era seu corpo e o vinho era seu sangue. Ele explicou que devemos tomar a Ceia em memória dele, para que ninguém se esqueça do seu sacrifício (1 Coríntios 11:24-26).

Em João 6:53-55, Jesus disse que precisamos comer sua carne e beber seu sangue para ter a vida eterna. Mas Jesus não estava falando de forma literal. Ele estava explicando uma realidade espiritual. Os judeus interpretaram isso literalmente e ficaram escandalizados e Jesus explicou que eles não tinham entendido o que ele queria dizer (João 6:61-63). Um pouco antes, Jesus tinha explicado que “comer” dele significava crer nele. Somos salvos pela fé (João 6:35). Da mesma forma, tomar a Ceia é símbolo da nossa fé em Jesus.

Veja também: o que significa Corpus Christi?

Mesmo se a transubstanciação acontecesse na Ceia, não seria uma repetição do sacrifício de Jesus. O sacrifício de Jesus na cruz foi completo, não precisa ser repetido mais nenhuma vez (Hebreus 10:10-12). Também não devemos adorar o pão e o vinho como se fossem Jesus. Se isso fosse aceitável, também poderíamos adorar a nós próprios, porque nós já não vivemos mas Jesus vive em nós (Gálatas 2:20). Devemos adorar Jesus, e não coisas físicas.