Por que Deus permite o sofrimento?

Não podemos afirmar com certeza o motivo pelo qual Deus permite que exista sofrimento no mundo. Mas só porque não conseguimos imaginar uma razão, não significa que ela não exista.

Deus permite que o sofrimento e o mal ocorram, mas sabemos que não pode ser porque Ele não nos ama. Afinal de contas, Ele enviou o Seu próprio Filho para morrer na cruz pelos pecados da humanidade, um sofrimento terrível. Ele decidiu sofrer por amor a nós.

Quantos de nós já passamos por momentos muito difíceis, de grande sofrimento e apenas mais tarde, em retrospetiva, conseguimos ver o quão importante para nós essa fase da nossa vida verdadeiramente foi? Muitas vezes as horas de maior sofrimento moldam o nosso caráter, nos dando ferramentas para sucesso na vida que nós não teríamos se o sofrimento nunca tivesse acontecido.

Se pelo menos alguns de nós conseguimos ver propósito em sofrimentos passados quando já temos uma perspetiva diferente, não será possível que da perspetiva de Deus existam razões boas e válidas para permitir o sofrimento? Pense sobre isso.

Veja também: por que Deus permitiu que Jó sofresse?

Argumento contra a existência de Deus?

David Hume, filósofo do século XVIII, é conhecido por ser uma das primeiras pessoas a descrever o argumento de que, uma vez que o mal existe, "se Deus é bom, não pode ser todo-poderoso, e se é todo poderoso, não pode ser bom".

Leia aqui: Deus é justo?

Como argumento contra a existência de Deus, a maioria dos filósofos atualmente considera esse raciocínio problemático. Isso porque quem usa esse argumento está assumindo que o mal existe e que é objetivamente errado, isto é, não deveria acontecer. De onde vem, então, essa ideia de bem e de justiça, que condena o mal?

Um mundo sem a existência de Deus, em que apenas impera o mecanismo da seleção natural, depende da existência da morte, violência do mais forte sobre o mais fraco e destruição em geral para que a evolução aconteça. Nesse mundo essas seriam coisas naturais. Para o não-crente em Deus, falar em injustiça ou em "mal" como algo objetivo, seria assumir que existe um padrão sobrenatural de bem e justiça.

Ainda tem dúvidas se Deus existe? Veja aqui: como posso ter a certeza que Deus existe?