Por que existem tantas igrejas diferentes? Qual é a certa?

Existem muitas razões que contribuíram para haver tantas igrejas diferentes. A grande variedade de igrejas e denominações é muito complexa. Não existe nenhuma igreja perfeita mas existem várias igrejas que seguem os princípios fundamentais da Bíblia.

O desejo de Jesus era que a igreja vivesse em união (João 17:22-23). Dentro da igreja primitiva havia variedade mas todos estavam unidos nos princípios fundamentais da fé. As divisões eram resolvidas pelo debate e a análise das Escrituras. Mas, com o tempo, surgiram divisões que separaram a igreja.

Veja também: o que é a igreja?

Como escolher a igreja certa?

Existem muitas igrejas de denominações diferentes que são boas. Apenas têm algumas diferenças em doutrinas secundárias. Procure analisar o que a igreja prega de acordo com a Bíblia (1 João 4:1). Evite igrejas com ensinamentos fundamentais errados. Se uma igreja está em conformidade com a Bíblia, ensinará que:

  • Deus é todo-poderoso e criou o mundo; Ele nos criou para o Seu louvor (Salmos 148:5).
  • Todo o homem está em pecado e separado de Deus; a consequência é morte física e ir para o Inferno (Romanos 3:23; Romanos 6:23).
  • Porque Deus nos ama, Ele enviou Seu filho Jesus para morrer pelos nossos pecados na cruz; no terceiro dia Ele ressuscitou (Atos dos Apóstolos 2:22-24).
  • Jesus veio como um homem, totalmente homem, mas ao mesmo tempo era totalmente Deus (1 João 2:22; 2 João 1:7).
  • Para ser salvo você deve se arrepender dos seus pecados, crer que Jesus morreu e ressuscitou e confessá-lo como seu senhor e salvador – a salvação vem pela fé; depois você deve ser batizado como prova disso (Romanos 10:9).
  • Quem é salvo recebe o Espírito Santo, que o ajudará a viver uma nova vida, livre do pecado (Atos dos Apóstolos 2:38).
  • Um dia Jesus voltará para buscar os salvos e levá-los para morar no Céu com Ele; também haverá um julgamento e os ímpios serão destruídos junto com o diabo (1 Tessalonicenses 4:16-17; Mateus 25:31).

Esses são os ensinamentos fundamentais do Evangelho.

Descubra aqui: por que é importante ir à igreja?

Como surgiram tantas igrejas?

Cada igreja nova se formou por razões diferentes. Existem alguns motivos principais que causam divisões:

Disputas doutrinárias

Muitas vezes dentro de uma igreja surgem grandes debates sobre doutrinas principais ou secundárias. Quando a questão não é resolvida buscando a orientação de Deus, estudando e debatendo o que a Bíblia diz, com sinceridade e a mente aberta, pode causar uma separação.

A separação por causa de doutrinas principais pode ser importante, porque um dos lados pode estar caindo em heresia. Mas a separação por questões não essenciais é triste e revela intolerância. O melhor em todos os casos é tentar reformar, sem separar. Uma separação pode acontecer por:

  • Expulsão – a igreja expulsa as pessoas que não concordam com certa doutrina oficial; os expulsos, para não perder a comunhão, se reúnem e formam uma nova igreja
  • Saída voluntária – as pessoas que discordam da visão oficial da igreja decidem sair para criar uma nova igreja que aceita sua opinião

Ministérios diferentes

Alguns ministérios têm um alvo muito claro, como atingir certa comunidade dentro de uma cidade. Por exemplo, uma comunidade onde todos falam alemão e ninguém fala português pode ter dificuldade em integrar uma igreja onde só se fala português.

Criar igrejas muito específicas não é o ideal, porque não são muito inclusivas. Mas, em certas situações, pode ajudar a evangelizar comunidades mais fechadas.

Veja aqui: o que Deus diz sobre a união?

Por outro lado, nem todas as igrejas estão desunidas. Muitas igrejas concordam nos princípios fundamentais do Evangelho e trabalham em harmonia com outras denominações. Os verdadeiros cristãos são todos irmãos, não importa a denominação.