Quem foi Jeremias?

Jeremias foi um profeta que avisou sobre a destruição iminente de Judá durante os reinados dos últimos quatro reis de Judá. Ele foi rejeitado, desprezado e maltratado por transmitir a mensagem de Deus. Mas, no fim, as profecias de Jeremias se cumpriram.

O chamado de Jeremias

Jeremias era filho de um homem chamado Hilquias, de uma família de sacerdotes. Um dia, Deus falou com Jeremias e disse que o tinha escolhido como profeta. Jeremias se sentia muito novo para ser profeta mas Deus garantiu que estaria sempre com ele e lhe daria as palavras certas (Jeremias 1:6-8).

Deus avisou a Jeremias que o povo era rebelde e iria rejeitar sua mensagem. Mas Deus lhe daria força para enfrentar toda a oposição e perseguição sem desistir (Jeremias 1:17-19).

Veja aqui: o que a Bíblia diz sobre profecia?

A vida de Jeremias

Jeremias não teve uma vida fácil. Deus ordenou que ele não se casasse nem formasse família, porque as crianças nascidas nessa época não teriam futuro (Jeremias 16:2-4). Ele também não participava de festas nem ia a funerais, como sinal que Deus havia abandonado seu povo. A vida de Jeremias foi muito solitária.

Por causa de sua mensagem de castigo e destruição, Jeremias foi considerado um traidor, que estava tentando desmoralizar o povo. Ele foi preso várias vezes por suas pregações, foi maltratado e algumas pessoas até tentaram matá-lo! (Jeremias 20:1-2; Jeremias 26:8-9) Mas no meio desse sofrimento todo, Deus protegeu a vida de Jeremias.

Por causa de seus muitos sofrimentos, Jeremias ficou triste e deprimido. Em certa ocasião, ele até quis morrer (Jeremias 20:18). Mas Jeremias continuou confiando em Deus e Ele lhe deu força para continuar.

Quem escreveu o Livro de Jeremias?

A autoria do livro é atribuída ao próprio profeta. Acredita-se que Jeremias iniciou o livro narrando a Baruque, pois o profeta esteve preso durante o reinado de Jeoaquim em 605 a.C. Alguns estudiosos discordam desta tese e afirmam que os escritos se iniciaram entre 626 ou 627 a.C quando ainda Jeremias era jovem.

Tradicionalmente o Livro de I e II Reis são atribuídos ao profeta Jeremias, com exceção do último capitulo de II Reis que possivelmente foi escrito por alguém que viveu na Babilônia. Os últimos dias do profeta foram no Egito.

Veja: Quem escreveu a Bíblia?

Outro livro que é atribuído a Jeremias é o Livro de Lamentações, popularmente conhecido como "Lamentações de Jeremias". Apesar da forte ligação, a maioria dos historiadores discordam da autoria de Jeremias ao Livro de Lamentações. Além diferença literária - um informal e o outro erudito - existem visões divergentes sobre o mesmo assunto entre os dois livros.

O ministério profético de Jeremias

Quando Jeremias começou seu ministério, o rei Josias estava fazendo reformas, tentando levar o povo a adorar a Deus novamente. Mas o coração das pessoas estava virado para a idolatria e não houve verdadeira transformação. Por isso, Deus usou Jeremias para avisar que o castigo estava chegando. Quando Josias morreu em combate, Jeremias escreveu um lamento por ele (2 Crônicas 35:25).

Jeremias continuou avisando o povo do castigo que estava chegando ao longo dos reinados dos próximos três reis. Mas esses reis não eram como Josias. Eles eram idólatras e não temiam a Deus. Em vez de ouvirem Jeremias, eles o viam como uma ameaça. O povo continuou na idolatria e no pecado, ignorando Jeremias.

Jeremias viu o cumprimento de parte de suas profecias. Ele estava em Jerusalém quando Nabucodonosor a conquistou e destruiu (Jeremias 52:12-14). Ele viu o castigo do povo e sofreu muito com isso, porque se importava com seu país. Mas, mesmo depois de ver o cumprimento das profecias, o povo continuou a ignorar os avisos de Jeremias.

Veja também: quem foi Nabucodonosor?

Mesmo assim, Jeremias não desistiu e continuou repreendendo o povo por seus pecados. Ele os chamava ao arrependimento, para o perdão dos pecados. Jeremias também profetizou que, depois de 70 anos, Deus iria trazer restauração. Ele também profetizou sobre uma nova aliança, que um dia Deus iria estabelecer no coração das pessoas (Jeremias 31:33-34). Essa profecia foi cumprida em Jesus.