Quem foi Tomé?

Tomé foi um dos 12 apóstolos, que acompanhou Jesus durante seu ministério. Como apóstolo, Tomé foi um dos fundadores e primeiros líderes da igreja. Tomé ficou conhecido principalmente por ter duvidado da ressurreição de Jesus.

Tomé foi um dos seguidores de Jesus, que foi escolhido para ser apóstolo. Ele viveu com Jesus, aprendeu dele e foi preparado para ser um dos futuros líderes da igreja. Tomé também era conhecido como Dídimo. Tanto Tomé como Dídimo significam gêmeo, mas a Bíblia não diz se ele era de fato gêmeo.

A Bíblia não fala muito sobre Tomé. Certa vez, Lázaro, um amigo de Jesus, morreu e Jesus decidiu ir para sua cidade para o ressuscitar. Mas os discípulos estavam preocupados porque o povo das redondezas tinha tentado apedrejar Jesus pouco tempo antes. Quando Jesus insistiu, Tomé disse que eles iriam morrer com Lázaro (João 11:14-16).

Veja aqui mais sobre os 12 apóstolos?

Durante a última ceia, Jesus estava tentando explicar aos discípulos que ele tinha de morrer e voltar para o Pai, para preparar o caminho. Ele disse que eles sabiam o caminho que ele iria tomar mas os discípulos não entenderam. Tomé lhe perguntou como poderiam saber o caminho se não sabiam onde ele ia. Jesus então lhe respondeu que ele é o caminho, a verdade e a vida (João 14:4-6).

Alguns dias depois, quando Jesus ressuscitou, ele apareceu aos discípulos mas Tomé não estava lá nesse momento. Quando os outros lhe contaram o que tinham visto, ele não acreditou. Ele disse que precisava ver e tocar em Jesus para acreditar (João 20:24-25). Por isso, Tomé ficou conhecido como símbolo da dúvida e da incredulidade. (Mas, em sua defesa, os outros discípulos também não acreditaram quando as mulheres primeiro lhes contaram que tinham visto Jesus.)

Uma semana depois, Jesus apareceu outra vez e, dessa vez, Tomé estava lá. Quando viu Jesus, Tomé acreditou e o adorou (João 20:26-28). Jesus aproveitou a ocasião para explicar que aqueles que crêem sem ver serão abençoados.

A Bíblia não diz o que aconteceu mais tarde com Tomé. Segundo tradição, Tomé foi missionário, fundou várias igrejas e morreu como mártir.

Veja também: duvidar é pecado?

O que podemos aprender com Tomé?

Tomé tinha suas falhas mas, apesar disso, Jesus o escolheu para ser apóstolo. Não precisamos ser perfeitos para sermos usados por Jesus. Mas ao longo de nossa caminhada com Jesus vamos ser desafiados a mudar.

Tomé às vezes tinha uma atitude pessimista mas ele obedecia a Jesus. Ele escolheu seguir Jesus, em vez de seus próprios pensamentos pessimistas.

Todos passamos por momentos de dúvida. A história de Tomé mostra que podemos ter plena confiança em Deus, mesmo quando não entendemos como é possível. Ter evidência pode ajudar mas às vezes somos chamados para crer sem conseguir ver.