Como controlar a raiva?

Você pode controlar a raiva com a ajuda de Jesus! A raiva é um sentimento muito forte mas não precisa lhe dominar. A Bíblia oferece alguns conselhos para aprender a controlar a raiva.

Todos sentimos raiva. Isso é natural. Mas a raiva se torna um problema quando lhe domina e lhe leva a pecar. Sentir raiva é a resposta correta diante de maldade e injustiça mas o que você faz depois poderá se tornar pecado. É por isso que a raiva é tão perigosa. É muito importante aprender a controlar a raiva e usá-la de maneira positiva (Efésios 4:26-27).

Para controlar a raiva, você precisa:

1. Entender o amor de Deus

Deus tem toda razão para estar irado com você. O pecado é um enorme insulto contra Deus mas Ele escolhe lhe perdoar, através de Jesus (Isaías 43:25). Quando você se arrepende, crendo em Jesus, você recebe o perdão de Deus. De graça!

O sacrifício de Jesus na cruz apagou a ira de Deus contra seus pecados. Ele escolhe lhe amar, largando o ressentimento. Quando você ficar com raiva lembre-se que Deus também fica com raiva de você mas Seu amor por você vence.

Veja aqui: o que a Bíblia diz sobre o amor?

2. Perdoar

Sim, perdoar é muito difícil mas se você pedir ajuda a Deus, Ele vai lhe ajudar a fazer isso. Quando você pensa naquilo que outra pessoa lhe fez e você fica com raiva, escolha perdoar (Efésios 4:31-32). Ore a Deus, peça força e perdoe.

Perdoar não é significa fingir que nada de errado aconteceu. Perdoar significa deixar a justiça nas mãos de Deus. Você não consegue fazer verdadeira justiça mas Deus consegue. Deixe com ele e largue a raiva.

Veja também: o que a Bíblia ensina sobre o perdão?

3. Ignorar ofensas

Existem muitas coisas que são pequenas demais para merecer sua raiva. Por vezes você precisa simplesmente ignorar as ofensas. Aquele vizinho que nunca responde quando você diz bom dia? Não vale a pena. Procure manter uma perspetiva equilibrada do que é importante (Provérbios 19:11).

Em outras situações, as pessoas fazem coisas sem pensar ou sem achar que estão machucando você. Antes de explodir, tente entender por que estão agindo assim. Isso lhe vai ajudar a ignorar muitas ofensas, porque muitas vezes as pessoas não querem lhe fazer mal.

4. Pensar antes de falar

Na hora da raiva, essa é a parte mais difícil: controlar a língua. Mas se você responder torto, a outra pessoa também vai ficar com raiva e a situação vai ficar muito pior. Gritar e xingar somente causam mais problemas (Provérbios 15:1).

Antes de responder, respire fundo e tente organizar suas ideias. Se você precisa explicar por que você está zangado, pense em como você pode explicar sua perspetiva sem lançar insultos. Qual foi a ação que lhe zangou e porquê? Se não foi de propósito, a outra pessoa não vai adivinhar a razão. Em vez de machucar de volta, procure a reconciliação.

5. Escolher o bem

A melhor vingança é não deixar o mal vencer (especialmente se a outra pessoa está tentando lhe provocar). A verdadeira luta não é contra pessoas, é contra o mal. Quando você ficar com raiva, direcione essa raiva contra o pecado e, com a força que a raiva lhe dá, escolha fazer melhor (Romanos 12:20-21).

Procure fazer o bem a quem lhe provoca raiva. Mesmo se você não puder fazer mais nada, você pode orar por eles, pedindo que Deus os abençoe e transforme suas vidas. Isso fará seu amor crescer e lhe ajudará a controlar a raiva.

Você também pode usar sua raiva como força motivadora para fazer a diferença. Muitas pessoas mudaram o mundo para melhor porque, quando sentiram raiva diante de uma injustiça, eles escolheram lutar para mudar a situação. Use essa energia explosiva para algo positivo!

6. Pedir perdão

Por vezes você não vai conseguir controlar a raiva. Isso acontece com as melhores pessoas. Por isso, você precisa aprender a ser humilde e pedir perdão (Mateus 5:23-24). Peça perdão a Deus e, se tiver oportunidade, à pessoa a quem você machucou. Além de ajudar a consertar o erro, isso vai lhe encorajar a controlar mais a raiva.