Quem foi Esaú? A história de Esaú e Jacó

Esaú Foi o primeiro filho de Isaque e Rebeca e o irmão gémeo de Jacó. Ele era um homem muito peludo e um bom caçador. Esaú ficou conhecido por ter desprezado sua herança de filho mais velho e por ter perdido sua bênção para Jacó.

O avô de Esaú foi Abraão, o homem que recebeu a promessa de Deus que, por meio dele, todos os povos da terra seriam abençoados. Essa promessa passou para seu filho Isaque, que casou com uma mulher chamada Rebeca, que era estéril. Isaque orou por sua mulher e Deus curou sua infertilidade (Gênesis 25:21). Rebeca ficou grávida de gémeos.

Leia aqui a história de Isaque e Rebeca.

O nascimento de Esaú e Jacó

Durante a gravidez, os dois bebês não ficavam quietos, empurrando um ao outro. Rebeca perguntou a Deus o que se passava e Ele lhe disse que seus filhos iriam se tornar duas nações diferentes e que o mais velho iria servir o mais novo (Gênesis 25:23).

Rebeca deu à luz e o primeiro bebê que saiu era ruivo e muito peludo. Por isso, chamaram-no de Esaú, que significa “peludo”. O segundo saiu logo a seguir, agarrado no calcanhar de Esaú. A esse chamaram de Jacó. Esaú cresceu se tornou um caçador e era o filho favorito de Isaque, que gostava de comer a carne da caça. Jacó ficava mais perto de casa e era o favorito de Rebeca.

Esaú casou com duas mulheres hititas (Gênesis 26:34-35). Elas eram pagãs e tornaram muito difícil a vida de Isaque e Rebeca.

Esaú perde sua bênção

Nesse tempo, o filho mais velho era o futuro líder da família, que assumia essa responsabilidade quando o pai morria. Por isso, ele também recebia uma porção dupla da herança. Como Esaú era o primogênito, esse direito lhe pertencia.

Um dia, Esaú voltou do campo cheio de fome e encontrou Jacó fazendo um ensopado vermelho. Ele pediu um pouco da comida ao seu irmão mas Jacó exigiu um pagamento: o direito de filho mais velho. Esaú, pensando só com a barriga, aceitou e fez um juramento, transferido seu direito de filho mais velho para Jacó (Gênesis 25:32-34). Assim, Esaú vendeu sua herança por apenas um ensopado vermelho! Por isso, ele foi apelidado de Edom, que significa “vermelho”.

Mais tarde, quando Isaque ficou  muito velho e cego, ele decidiu abençoar Esaú, estabelecendo-o como o líder da família. Ele enviou Esaú para caçar e lhe fazer um prato de comida como ele gostava, depois iria receber a bênção. Esaú saiu e cumpriu o que o pai pediu mas, quando voltou, Isaque já tinha dado a bênção a outra pessoa - Jacó!

Enquanto Esaú estava fora caçando, Rebeca ajudou Jacó a enganar o pai (Gênesis 27:14-17). Ela preparou uma comida que Isaque gostava, vestiu Jacó com a roupa de Esaú e até cobriu Jacó com peles de cabritos para parecer peludo como Esaú! Isaque acreditou que era mesmo Esaú e abençoou Jacó como o líder da família (Gênesis 27:27-29).

Quando Esaú descobriu o que tinha acontecido, ele chorou e implorou uma bênção ao pai, mas Isaque tinha dado a bênção toda a Jacó e não podia voltar atrás. Então Esaú ficou muito zangado com Jacó e decidiu matar seu irmão (Gênesis 27:41). Por isso, Jacó fugiu e ficou muitos anos noutra terra.

Veja aqui a história de Jacó.

O reencontro de Esaú e Jacó

Jacó fugiu com a desculpa de procurar uma esposa entre seus parentes. Assim, Esaú descobriu que seus pais não aprovavam de sua escolha de esposas. Então ele casou com mais uma mulher, sua prima Maalate, filha de Ismael, o irmão mais velho de Isaque (Gênesis 28:6-9). Mais tarde, ele se instalou em Seir.

Depois de muitos anos, Jacó voltou para casa, casado, com uma grande família e muitos bens. Esaú foi ao seu encontro com 400 homens e, pelo caminho, encontrou três grupos de rebanhos enviados por Jacó como presente de reconciliação. Quando finalmente se encontraram, Jacó se curvou diante de Esaú mas Esaú pegou nele e o abraçou (Gênesis 33:3-4).

Esaú tinha perdoado a traição de Jacó. Ele nem queria o presente, porque estava bem de vida, e quis acompanhar Jacó pelo caminho. Mas Jacó convenceu Esaú a ir em frente e os dois acabaram vivendo em lugares diferentes, evitando confusão, porque os dois tinham muitos bens e precisavam de espaço (Gênesis 36:6-7).

Esaú teve vários filhos com suas mulheres. Seus descendentes se tornaram um grande povo, chamado Edom, que se instalou a sul de Israel. Os edomitas e israelitas (descendentes de Jacó) tiveram vários conflitos ao longo de sua história, mas Esaú e Jacó viveram o resto de seus dias em paz um com o outro (Gênesis 35:28-29).