O que é a árvore da vida em Gênesis?

A árvore da vida era uma árvore cujo fruto dava a vida eterna. A árvore da vida ficava no meio do jardim do Éden, junto à árvore do conhecimento do bem e do mal. Quando o homem pecou, Deus o expulsou do Éden para não comer da árvore da vida.

Quando Deus criou o Éden, Ele colocou a árvore da vida no centro do jardim (Gênesis 2:8-9). Deus deu ao homem permissão para comer de todas as árvores do jardim, mesmo a árvore da vida. O homem só não deveria comer o fruto da árvore ao lado – a árvore do conhecimento do bem e do mal. As duas árvores estavam lado a lado: uma que dava vida e outra que trazia morte.

Veja aqui: o que era a árvore do conhecimento do bem e do mal?

Depois que Adão e Eva desobedeceram e comeram o fruto da árvore proibida, Deus os proibiu de comer da árvore da vida. No seu estado de pecado, o homem não pode viver para sempre. Deus expulsou o homem do jardim e guardou o caminho para a árvore da vida com querubins e uma espada em chamas (Gênesis 3:22-24).

Antes de pecarem, Adão e Eva tinham livre acesso à árvore da vida e podiam comer dela quando quisessem. Mas quando pecaram perderam esse direito. Deus tinha avisado que comer da árvore proibida iria trazer morte, por isso não podiam mais comer da árvore da vida.

Veja também: onde fica o jardim do Éden?

A árvore da vida em Apocalipse

Apocalipse 22:1-2 fala novamente sobre a árvore da vida. Essa árvore está no Céu e traz cura e vida. A árvore da vida representa a vida eterna que há em Jesus.

Quem vai para o Céu poderá comer da árvore da vida e terá a vida eterna. Esse é o prêmio de todos que aceitam Jesus como seu salvador e o seguem durante suas vidas na terra (Apocalipse 2:7). Os salvos viverão eternamente com Deus, sem sofrer mais as consequências do pecado.