Quem foi Herodes?

Herodes o Grande foi o rei da Judeia na época em que Jesus nasceu. Ele ficou conhecido por ser brutal e ter mandado matar todos os meninos pequenos de Belém. Herodes teve vários descendentes, alguns dos quais são mencionados na Bíblia.

Herodes era um idumeu (descendente dos edomitas, um povo que morava a sul de Israel) convertido ao Judaísmo. Não sendo israelita, ele não tinha nenhum direito ao trono mas, com a ajuda do império romano, conquistou o poder em 37 a.C. Herodes se tornou rei vassalo de Roma, com domínio sobre os judeus.

Durante seu reinado, Herodes fez várias obras de construção na Judeia. Ele fundou as cidades de Cesareia Marítima e Sebaste, edificou palácios e fortalezas e construiu lugares públicos que dinamizavam a região. Herodes também se dedicou a construir templos para vários deuses de povos diferentes. Entre os judeus, ele ficou conhecido por renovar e expandir o templo de Jerusalém.

A violência de Herodes

Como não tinha se tornado rei por direito de nascimento, o poder de Herodes dependia inteiramente da força e de suas alianças com Roma. Ele usou muita violência para chegar ao poder e reprimir a oposição e seu reinado foi marcado por muita brutalidade contra potenciais rivais.

Na época de Herodes, Roma estava enfrentando algumas crises políticas. Depois do assassinato de Júlio César, Herodes tomou o lado de Antônio e Cleópatra mas eles foram derrotados por Otávio Augusto, que se tornou o novo imperador de Roma. Então, Herodes rapidamente mudou de lado e jurou lealdade a Otávio. Com suas manobras políticas ele conseguiu manter o apoio de Roma.

Para ganhar o favor dos judeus, Herodes se divorciou de sua primeira esposa e casou com uma mulher da aristocracia judaica. Mas depois, suspeitando de planos para o derrubar, ele executou sua segunda esposa, alguns de seus filhos e outros membros da família dela. Herodes teve várias esposas ao longo da vida, matou algumas e também matou vários de seus filhos. Sua obsessão pelo poder era mais forte que os laços de família!

Herodes tenta matar Jesus

Diante de sua violência para com a própria família, a reação de Herodes quando descobriu sobre o nascimento de Jesus não é surpreendente. Jesus era o rei legítimo dos judeus, profetizado nas Escrituras e aguardado pelo povo. Herodes não poderia competir contra alguém assim. Ele perderia o trono.

Quando os magos chegaram em Jerusalém, procurando pelo rei dos judeus que tinha acabado de nascer, eles foram falar com Herodes. Mas o novo rei não estava na casa do rei! Preocupado, Herodes chamou os sábios para descobrir onde o rei prometido deveria nascer (Mateus 2:2-4). Eles descobriram que deveria ser em Belém. Por isso, os magos foram para Belém, onde encontraram Jesus. Mas eles não contaram a Herodes onde Jesus estava, porque um anjo lhes avisou que ele queria matar o menino.

Descubra aqui: quem eram os três reis magos?

Quando Herodes viu que os magos não iriam voltar, ele decidiu tomar medidas drásticas. Ele mandou matar todos os meninos com menos de dois anos em Belém, para garantir que o novo rei não escapasse (Mateus 2:16). Mas um anjo avisou José e a família fugiu para o Egito antes do ataque. Os meninos de Belém foram mortos mas Herodes nunca descobriu que seu plano tinha falhado.

Por essa altura, Herodes já estava idoso e, algum tempo depois, morreu (Mateus 2:19-20). Quando ouviram a notícia de sua morte, Maria, José e Jesus voltaram para a Judeia, dessa vez para Nazaré. Jesus cresceu em Nazaré, onde só seus pais sabiam que ele era o rei prometido.

Os descendentes de Herodes

família de Herodes

Herodes morreu de uma doença desconhecida, por volta de 4 a.C. Ele deixou seu reino para ser dividido entre três de seus filhos: Herodes Arquelau, Herodes Antipas e Herodes Filipe II.

Arquelau é mencionado na Bíblia como herdeiro de Herodes (Mateus 2:22). Ele reinou sobre a Judeia e a Samaria mas durou pouco tempo no poder, depois foi deposto pelo imperador por ser péssimo governador. Filipe II foi tetrarca (governador de parte de uma região) da Itureia e Traconites. Ele ainda reinava quando Jesus começou seu ministério (Lucas 3:1).

Herodes Antipas foi tetrarca da Galileia e Pereia. Foi este Herodes que mandou prender João Batista. Antipas tinha se casado com a mulher de seu irmão Filipe I, chamada Herodias. João Batista lhe disse que isso era pecado e Herodias não gostou. Por isso, ela usou sua filha Salomé para convencer Herodes Antipas a lhe dar qualquer coisa que quisesse (Marcos 6:22-24). Então Salomé pediu a cabeça de João Batista e Herodes Antipas deu a ordem para o decapitar. Antipas também foi o Herodes que troçou de Jesus antes de sua crucificação.

Veja aqui: como foi o julgamento de Jesus?

Outros descendentes de Herodes o Grande mencionados na Bíblia são:

  • Herodes Filipe I - filho de Herodes o Grande (e irmão mais velho de Filipe II), foi abandonado pela esposa, que casou com seu irmão - Marcos 6:17
  • Herodias - neta de Herodes o Grande, casou com seu tio Filipe I, com quem teve uma filha chamada Salomé. Depois casou com seu outro tio, Herodes Antipas
  • Salomé - bisneta de Herodes o Grande, com sua dança conseguiu convencer Herodes Antipas a fazer uma promessa impensada
  • Herodes Agripa I - neto de Herodes o Grande, foi rei da Judeia e mandou matar o apóstolo Tiago. Também tentou matar Pedro, mas este foi livrado por Deus. Mais tarde, Deus o puniu por sua arrogância e ele morreu comido por vermes - Atos dos Apóstolos 12:21-23
  • Herodes Agripa II - bisneto de Herodes o Grande, foi rei da Judeia e presidiu sobre o julgamento do apóstolo Paulo, ficando convencido que ele era inocente de qualquer crime - Atos dos Apóstolos 26:27-29
  • Berenice - bisneta de Herodes o Grande e irmã de Agripa II, ela esteve presente no julgamento do apóstolo Paulo - Atos dos Apóstolos 25:23
  • Drusila - bisneta de Herodes o Grande, casou com o governador romano Félix, que escutou a defesa do apóstolo Paulo quando foi preso - Atos dos Apóstolos 24:24