O que é a Tradução do Novo Mundo da Bíblia? É de confiança?

A Tradução do Novo Mundo é uma tradução da Bíblia produzida pelas Testemunhas de Jeová. Essa tradução é relativamente boa mas várias passagens foram traduzidas de maneira errada para esconder os ensinamentos errados das Testemunhas de Jeová.

A Tradução do Novo Mundo foi criada porque todas as outras traduções da Bíblia entravam em conflito com os ensinamentos das Testemunhas de Jeová. Por isso, a liderança decidiu criar uma nova tradução, que conformasse com suas crenças.

O objetivo principal da Tradução do Novo Mundo é apresentar uma versão fiel da Bíblia, que as pessoas possam entender. Mas quando existe alguma passagem que poderá entrar em conflito com o ensino oficial das Testemunhas de Jeová, a fidelidade é esquecida. A defesa de suas crenças é mais importante, mesmo que deturpe o texto da Bíblia.

Assim, a Tradução do Novo Mundo é, em geral, uma versão relativamente boa e fácil de entender. Mas essa tradução também esconde mudanças deliberadas, feitas para forçar o texto a concordar com a teologia das Testemunhas de Jeová. Por segurança, quem lê a Tradução do Novo Mundo deve compará-la com outras traduções.

Veja também: quem são as Testemunhas de Jeová? Em que acreditam?

Problemas na Tradução do Novo Mundo

A maioria dos erros na Tradução do Novo Mundo é subtil. Não são passagens muito grandes mas fazem a diferença em ensinamentos principais da Bíblia. Mas, mesmo com essas mudanças, os verdadeiros ensinamentos da Bíblia não conseguem ser escondidos, quando lemos o texto todo.

Existem duas áreas principais em que há problemas na Tradução do Novo Mundo:

O nome de Deus - YHWH

“Jeová” é uma tradução para o português meio duvidosa do nome hebraico YHWH. Deus se apresentou a Moisés com esse nome, fazendo um jogo de palavras com “eu sou” em hebraico (Êxodo 3:13-14 - a Tradução do Novo Mundo traduz este versículo de maneira muito diferente, sem nenhuma fundamentação). Assim, YHWH, ou Jeová, significa Eu Sou.

Leia aqui mais sobre esse assunto: o que significa Jeová?

A maioria das traduções coloca a palavra SENHOR, em maiúsculas, nos lugares onde YHWH aparece em hebraico (e muitas cópias explicam isso nas páginas de introdução). Isso acontece porque era costume dos judeus substituir o nome YHWH por “Senhor” para não usar o nome de Deus em vão. A Tradução do Novo Mundo prefere colocar o nome Jeová no lugar de YHWH. Onde esse nome aparece no Antigo Testamento, isso não é um problema.

O problema é quando aparece o nome Jeová no Novo Testamento. O Novo Testamento foi escrito em grego e em nenhum dos manuscritos mais antigos aparece o nome YHWH. Mas a Tradução do Novo Mundo insere o nome Jeová em vários lugares, mesmo quando o texto não cita o Antigo Testamento.

Assim, no Antigo Testamento, os tradutores tiveram o cuidado de traduzir o nome Jeová literalmente, mas, no Novo Testamento, se basearam apenas em opiniões sobre onde talvez poderia ter aparecido, sem evidência sólida para comprovar. Forçaram o nome Jeová a aparecer no Novo Testamento, porque seria estranho não aparecer quando as Testemunhas de Jeová dão tanta atenção a esse nome.

Veja aqui mais sobre os nomes de Deus na Bíblia.

Passagens que mostram que Jesus é Deus

As modificações mais graves são aquelas feitas às passagens sobre a divindade de Jesus. A Bíblia ensina muito claramente que Jesus é Deus mas as Testemunhas de Jeová não acreditam nisso. Por isso, o texto da Bíblia foi deturpada para esconder seu verdadeiro ensino.

Por exemplo, João 8:58 foi mudado na Tradução do Novo Mundo para dizer “Digo-lhes com toda a certeza: Antes de Abraão vir à existência, eu já existia.” A tradução correta é “eu sou” e mostra que Jesus estava dizendo que era Deus (porque YHWH é um jogo de palavras com “eu sou” em hebraico e os judeus reconheciam a Deus como o “Eu Sou”).

A própria Tradução do Novo Mundo prova que essa tradução está errada! A mesma expressão no grego original aparece outras três vezes no mesmo capítulo e várias outras vezes no livro de João e é sempre traduzida como “eu sou”. João 8:58 é a única exceção.

Descubra mais evidência na Bíblia: Jesus é Deus?

Outro exemplo é Colossenses 1:15-17 que claramente mostra que Jesus tem toda a autoridade e o poder de Deus. Aqui entende-se pelo contexto que “primogênito” está sendo usado no sentido figurativo, porque o primeiro filho era o herdeiro principal.

O texto diz que Jesus criou todas as coisas e é antes de todas as coisas. Mas, na Tradução do Novo Mundo, diz que ele criou todas as outras coisas e é antes de todas as outras coisas. O texto original não diz isso. Essa é uma interpretação, não uma tradução. Na verdade, entre o versículo 15 e o 20, todas as vezes que aparece a palavra “outras” na Tradução do Novo Mundo, não está no original e muda o sentido do texto.

Além desses, o exemplo mais conhecido é João 1:1, que afirma claramente que a Palavra (Jesus) é Deus. Quase todas as milhares de traduções que existem da Bíblia traduzem esse verso assim. Somente a Tradução do Novo Mundo e talvez meia dúzia de outras traduções, feitas na maioria por pessoas que não acreditam que Jesus é Deus, traduzem de maneira diferente.

A Tradução do Novo Mundo diz que “a Palavra era um deus”. Essa “tradução” é no mínimo duvidosa e traz vários problemas teológicos. Mais tarde, em João 20:28-29, Tomé chamou Jesus de Deus e Jesus não o corrigiu, mas confirmou. Existe mais de um deus verdadeiro? Existe um Deus e vários “deusinhos”? O que significa Isaías 9:6?

A Tradução do Novo Mundo é inconsistente quando convém mas não consegue apagar toda a evidência que Jesus é Deus.