Como surgiu a adoração a Maria?

A adoração (ou veneração) a Maria provavelmente surgiu alguns séculos depois de Cristo mas só se tornou popular na Idade Média. Muitas das doutrinas católicas sobre Maria só se tornaram oficiais nos últimos 200 anos. A adoração a Maria não é ensinada na Bíblia e é o resultado de uma má interpretação.

A adoração a Maria provavelmente começou quando alguns cristãos começaram a misturar o Evangelho com outras religiões e filosofias pagãs. Várias religiões do império romano e de países à volta tinham deusas importantes que eram adoradas por muitas pessoas. Maria provavelmente foi usada como substituta dessas deusas. Por exemplo, um dos títulos dados a Maria, “Rainha do Céu”, é o mesmo dado a uma deusa pagã mencionada por Jeremias (Jeremias 7:18).

Alguns escritores antigos compararam Maria com uma “segunda Eva”, porque quando decidiu aceitar o desafio de ser a mãe de Jesus ela trouxe ao mundo o “segundo Adão”. Mais tarde essa idéia foi exagerada e distorcida para colocar Maria quase ao mesmo nível de Deus.

Leia aqui: por que Deus escolheu Maria?

Só cerca de 1000 anos depois de Cristo a adoração ou veneração a Maria ganhou muita popularidade. Crenças sobre Maria eram debatidas e só se tornaram parte oficial da religião muito mais tarde:

  • 1854 – Imaculada Conceição – a teoria que Maria nasceu sem pecado e nunca pecou
  • 1950 – Assunção – Maria supostamente morreu, depois ressuscitou e foi levada para o Céu

Devemos adorar Maria?

Não. Não devemos adorar Maria. A Bíblia diz claramente que só devemos adorar a Deus (Lucas 4:8). Adorar a qualquer outra coisa é idolatria. Maria foi uma senhora muito abençoada, que merece respeito, mas ela era uma pessoa normal com pecado, que também precisava da salvação.

Veja também: o que Jesus aprendeu com Maria?

A Bíblia diz que todos pecaram (Romanos 3:22-23). Jesus foi a única pessoa que nunca pecou e o único que podia tirar o pecado do mundo. Por isso, Jesus é o único mediador entre nós e Deus. Não há mais ninguém entre nós e Deus (1 Timóteo 2:5-6). Maria não intercede por nós, só Jesus intercede.

A Bíblia não diz em lado algum que devemos adorar Maria ou orar para ela. Jesus cuidou de sua mãe mas nunca a exaltou na terra. A própria Maria nunca quis ser o centro das atenções mas indicou quem merece: Jesus (João 2:5).

Ainda não está convencido? Leia aqui: é bíblico adorar Maria e os santos?